Busque títulos de Nossa Senhora

  • Nome
  • Mês
  • Localização
  • Intercessão
  • Todos
Ou escolha o dia no calendário  

Hoje, 24/6 é dia de:

Nossa Senhora Rainha da Paz de Medjugorje

24 de Junho é dia de:

Nossa Senhora Rainha da Paz de Medjugorje

Localização: Bósnia-Herzegovina

A pequena cidade de Medjugorje (pronuncia-se Mediugórie), da antiga Iugoslávia, hoje Bósnia-Herzegovina, está situada entre montanhas rochosas. A população é formada por famílias de camponeses humildes de tradição católica, cuja vida social está toda ligada às atividades paroquiais.

Shutterstock
Shutterstock

O lugar ganhou expressão mundial a partir de 1981, quando começaram as mais intensas e longas aparições da Virgem Maria na história da Igreja Católica. No dia 24 de junho daquele ano, as jovens Ivanka, com quinze anos, e Miriana, com dezesseis, caminhavam para suas casas, após o habitual passeio ao entardecer. A certa altura, Ivanka olhou para trás, seguida pelo olhar da amiga, e viu o vulto de uma mulher em pé numa nuvem, flutuando sobre um arbusto, não muito distante. Assustadas, desceram correndo a montanha aos gritos de "é a Gospa" que, no idioma local, quer dizer Nossa Senhora.

No dia seguinte, 25 de junho, Ivanka e Miriana voltaram ao local, seguidas por Jacó, com dez anos, Maria, com dezesseis anos, Ivan, com quinze anos e Vicka, com dezessete anos, e todos presenciaram a aparição de Nossa Senhora. Ela disse à Miriana, dez segredos sobre futuros eventos e a autorizou entregá-los ao Padre Petar, com cinquenta anos, para serem revelados com antecedência de três dias. Em seguida deixou a primeira mensagem ao mundo: voltar a Deus através da conversão, fé, oração, jejum, reconciliação e, sobretudo através da vida sacramental.

No terceiro dia da aparição consecutiva, 26 de junho, a Virgem Santíssima surgiu chorando e repetindo: "Paz, paz, paz; entre Deus e a humanidade precisa haver paz novamente!". A Mãe ressaltou: "Se não houver a conversão, esperem sofrimento no futuro, porque a humanidade está preparando sua própria tragédia". Por esta razão, recebeu o título de "Rainha da Paz". Neste dia, além dos seis jovens, havia cerca de duas mil pessoas. As aparições continuaram diariamente na mesma hora. Porém, além dos seis videntes, outros devotos e peregrinos viram a Santíssima Virgem.

Uma vez, a aparição se deu na igreja da paróquia, na presença do sacerdote e vários fiéis. Depois, ocorreu na Montanha da Cruz, onde ficou cerca de meia hora, sendo vista por todos os presentes. No local, hoje existe uma grande escultura da imagem de Nossa Senhora Rainha da Paz. Existem registros da aparição de um sinal no céu, em letras douradas, formando a palavra MIR, que naquele dialeto significa PAZ.

Medjugorje começou a receber muitos romeiros de outras fronteiras. O país, na época vivia sob o regime comunista e as autoridades civis ficaram alarmadas. Tentaram impedir as manifestações de fé da população, mas sem sucesso. Até porque a maioria das pessoas assistiu manifestações de sinais no sol, na lua e nas estrelas. Alguns até, apesar da chuva e da roupa comum, não se molharam. Além de constantes curas e conversões de milhares de incrédulos, que foram apenas acompanhando as romarias.

Nossa Senhora de Medjugorje ou Rainha da Paz foi descrita por todos os videntes como uma jovem mulher de estatura mediana, semblante sereno, olhos azuis, pele branca e rosada, cabelos negros cobertos com um véu branco. Seu vestido em geral é cinza claro. Acima da cabeça tem doze estrelas e seus pés estão sobre uma nuvem.

Mais de três décadas depois, a Virgem continua aparecendo diariamente, ratificando a urgência da conversão, para que reine a paz no planeta

Oração
Ó Maria, Auxílio dos Cristãos, recorremos a Vós em nossas necessidades com olhos de amor, mãos livres e corações ardentes, Recorremos a Vós para podermos ver o vosso Filho, nosso Senhor. Levantamos as mãos para ter o Pão da Vida. Abrimos de par em par os corações para receber o Príncipe da Paz. Mãe da Igreja, os vossos filhos e filhas agradecem a vossa palavra de confiança que ressoa ao longo dos séculos, brotando duma alma vazia que se viu cumulada de graça, preparada por Deus para acolher a Palavra oferecida ao mundo para que o próprio mundo pudesse renascer. Em Vós, amanheceu o Reino de Deus, um reino de graça e paz, de amor e justiça, que se levanta das profundezas da Palavra feita carne. A Igreja por todo o mundo une-se convosco para louvar Aquele cuja misericórdia se estende de geração em geração. Ó Stella Maris, luz do oceano e Senhora dos abismos, guiai os povos através de todo o mar tenebroso e revolto, para que possam chegar ao porto da paz e da luz preparado n'Aquele que acalmou as águas. Protegei os vossos filhos de todo o mal, porque as ondas são altas e estamos longe de casa. À medida que nos aventuramos pelos oceanos do mundo, e atravessamos os desertos do nosso tempo, mostrai-nos, ó Maria, o fruto do vosso ventre, porque, sem o vosso Filho, estamos perdidos. Pedi que nunca desfaleçamos na viagem da vida, que, com o coração e a mente, por palavras e obras, nos dias de tempestade e nos de bonança, sempre possamos olhar para Cristo e dizer: « Quem é Este, a quem até o vento e o mar obedecem? » Nossa Senhora da Paz, em quem toda a tempestade se acalma, pedi, ao início do novo milênio, que a Igreja não cesse de mostrar a todos o rosto glorioso do vosso Filho, cheio de graça e verdade, para que Deus reine nos corações dos povos e estes encontrem paz no Salvador do mundo. Intercedei pela Igreja para que tenha a força de seguir fielmente o caminho de Jesus Cristo, de proclamar corajosamente a verdade de Jesus Cristo, de viver jubilosamente a vida de Jesus Cristo. Auxílio dos Cristãos, protegei-nos! Luminosa Estrela do Mar, guiai-nos! Nossa Senhora da Paz, rogai por nós! Dado em Roma, junto de S. Pedro, no dia 22 de Novembro do ano 2001, vigésimo quarto de Pontificado. JOANNES PAULUS PP. II

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.