A convocação de nosso amado Papa Francisco é para que possamos nos aproximar ainda mais das nossas raízes.
Código Personalizado
Revista de Aparecida

Celebrar a Sinodalidade

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), ao celebrar sete décadas de história e missão, dedica-se a um especial serviço: articular e reunir em síntese as contribuições das dioceses brasileiras ao processo do Sínodo dos Bispos 2023

Escrito por Dom Walmor Oliveira de Azevedo

08 SET 2022 - 08H22 (Atualizada em 09 JAN 2023 - 16H12)

Convocado por nosso amado Papa Francisco, a partir do tema “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”, o Sínodo contribui para que o Povo de Deus deixe-se guiar, cada vez mais, pelo Espírito Santo, exercitando o diálogo, a unidade tecida nas diferenças e a capacidade para escutar.

Assim, a Igreja revisita suas origens - povo de Deus que caminha unido - para dar novos passos neste terceiro milênio. Cada instância eclesial é convocada a ser expressão de sinodalidade, e a CNBB, ao celebrar seus 70 anos, renova seu compromisso de ser sempre, e cada vez mais, instrumento de comunhão, de participação, no horizonte da missão.

A CNBB não é simplesmente um grupo, uma confraria, mas expressão da colegialidade do episcopado brasileiro, a serviço da unidade, em inegociável sintonia com o magistério do Papa. Para além dos limites geográficos de cada diocese, das distâncias deste Brasil-continente, a CNBB é uma expressão da sinodalidade da Igreja, congregando ainda muitos evangelizadores leigos e consagrados, em comissões, assessorias, organismos. Essa realidade sinodal é reconhecida ao contemplar a história da Conferência Episcopal e os novos passos dados pelo episcopado brasileiro, em profunda sintonia com o magistério do Papa Francisco.

Importante lembrar que nas primeiras comunidades cristãs, conforme narram os Atos dos Apóstolos, todos partilhavam tudo, em um profundo sentido de corresponsabilidade em relação à vida comunitária. A convocação de nosso amado Papa Francisco é para que possamos nos aproximar ainda mais das nossas raízes, todos protagonistas, uns dedicando-se a cuidar dos outros, fraternalmente, para consolidar sempre mais um só povo, que caminha unido nesta terra, semeando os valores do Evangelho, na peregrinação que leva cada um ao Reino de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Dom Walmor Oliveira de Azevedo, em Revista de Aparecida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.