Por Jornal Santuário Em Notícias Atualizada em 26 MAI 2020 - 10H10

Glaucoma: a doença silenciosa que pode cegar

shutterstock
shutterstock


O
Glaucoma, nome dado a um conjunto de doenças relacionado a danos no nervo óptico, ou seja, danos que atingem terminações nervosas que existem entre o olho e o cérebro, é o maior causador de cegueira no mundo. No Brasil, mais de um milhão de brasileiros tem essa doença, e a maioria não sabe disso.

Essa doença está relacionada a um descontrole na relação da pressão nos líquidos que existem no olho. Quando isso ocorre, há um aumento da pressão no globo ocular, que acaba afetando o nervo óptico, causando danos permanente a ele.

Seus sintomas são: perda gradual da visão periférica lateral, dor aguda nos olhos, olhos vermelhos, visão Leia MaisFicar em casa não é para os fracosSaúde mental em tempos de isolamento social embaçada, sensibilidade à luz, lacrimação e, em alguns casos, vômitos e náusea.

Até hoje a ciência ainda não conseguiu desvendar completamente quais são as causas do Glaucoma. O que se sabe é que a doença é mais frequente em alguns grupos: pessoas com diabetes, problemas cardíacos, hipertensão e hipertireoidismo, acima de 60 anos, afrodescendentes, pessoas que já possuem outro problema de visão e que fazem muito uso de medicamentos à base de corticoides.

O tratamento para Glaucoma é geralmente feito com o uso de colírios; mas, em casos mais extremos, é necessária alguma intervenção cirúrgica. É importante lembrar que não há cura para o Glaucoma; assim, quanto antes for descoberto e houver o começo do tratamento, será fundamental para o controle da doença.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.