Por Priscila Ferreira Em Jovens de Maria Atualizada em 13 MAR 2020 - 10H46

3 Lições dos mártires do RN aos jovens

Nesta Quaresma, tempo forte de reflexão e oração, nada melhor do que recordarmos daqueles que defenderam a nossa fé até o fim.

A liturgia faz memória do caminho de Jesus até o calvário. Ao saber que sua hora já estava próxima, Jesus decide tomar o cálice e aceita o sacrifício pascal, ou seja, desce a Jerusalém para ser humilhado, flagelado e crucificado.

Conosco não seria diferente, não é mesmo?




Aqui no Brasil, temos os exemplos dos
mártires de Cunhaú e Uruaçu, no Rio Grande do Norte. São sinais do que somos convidados a viver, do caminho que temos que percorrer para chegar ao céu e nos impulsam a seguir com nossa fé, também, até o fim.

Talvez você nunca tenha escutado essa história. Por isso, vou te contar melhor:

Em 1645, cerca de 70 católicos, dentre eles dois sacerdotes - os Padres André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro - foram assassinados porque estavam apenas professando sua fé.

Era também um domingo, como hoje, quando os fieis que celebravam o mistério pascal foram assassinados pelos soldados holandeses da época. No mesmo ano, no dia 3 de outubro, após o episódio, os católicos tentaram se proteger em abrigos. Porém, foram feitos reféns junto com seu Pároco, torturados e em seguida assassinados.

Dentre as muitas lições dessa triste história, destacamos três para nós, jovens:

1- Amar a Eucaristia

Mesmo em meio às perseguições, os fieis não deixaram de vivenciar o mistério pascal, o momento mais elevado da nossa fé, onde Jesus se faz presente na sua totalidade. Às vezes podemos deixar de ir à missa por tão pouco, não é mesmo?

Os santos mártires nos ensinam a não deixar esse sacramento de lado, porque a Eucaristia alimenta nossa alma e nos ajuda a caminhar nessa vida, enquanto não alcançamos a Pátria Celeste.



2- Viver em Comunidade

Passaram por tudo juntos, enfrentando todas as provações em comunidade. O amor reinava mutuamente naquele lugar, o sangue derramado por esses irmãos fez nascer novos cristãos.

Temos a oportunidade de hoje celebrar a nossa fé, porque muita gente entregou a vida por ela, com os olhos fixos no Senhor. Fizeram isso também por nós, para que tivéssemos a chance de conhecer essa mesma verdade de fé.

3- Acreditar no sobrenatural de Deus

Apesar de todo esse sofrimento e para aguentar tamanha dor, é muito importante contar com a graça de Deus e devemos pedir isso sempre, para assim também aguentarmos os desafios da vida.

Cada vez que algo ruim for nos apresentado, podemos lembrar dos mártires e de como eles não perderam a fé, mesmo em meio a tantos sofrimentos. Isso irá nos fortalecer, dar coragem para prosseguir.

Que os Santos mártires intercedam por nós. Amém!

<< Anotou os ensinamentos? Compartilhe com todos os seus amigos e seja também um evangelizador! >>

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Priscila Ferreira, em Jovens de Maria

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.