Por Priscila Ferreira Em Comportamento

Ciúme é sinal de quem cuida ou destrói o relacionamento?

Você já deve ter dito ou ouvido alguém falar: "Tenho ciúme porque cuido do que é meu". Certo? Não é bem assim. A palavra de Deus nos alerta em suas histórias que o primeiro caso de ciúme acabou em um assassinato. Bem pesado, né?

Em 1Cor 13,4, a Bíblia nos explica que o amor não carrega consigo inveja, intrigas ou ciúmes. 

Shutterstock/ Prostock-studio
Shutterstock/ Prostock-studio


O ciúme é fruto dos nossos desejos carnais,
de posse, é egoísta, incrédulo e pode nos afastar inclusive do céu:

“De resto, são bem conhecidas as obras da carne: imoralidade, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçaria, ódios, brigas, ciúmes, cobiça, discórdia, divisões, inveja, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes; a respeito dessas coisas vos previno, como já o fiz, que quem as comete não herdará o Reino de Deus”  (Gl 5,19-20)

Shutterstock/ SpeedKingz
Shutterstock/  SpeedKingz


Para nós, cristãos, é importante combater o pecado do ciúme, assim como todos os outros. Por isso, se for o seu caso, reconheça-se  limitado(a), busque a confissão e lute contra esse pecado. Se for necessário, além de buscar a reconciliação, busque também um profissional, como um psicólogo, por exemplo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Priscila Ferreira, em Comportamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.