Por Anna Laura Barreto Em Comportamento

Reflexão para o primeiro dia de um longo ano

ano_novo

Já parou para pensar que hoje é só o primeiro dia do mês de janeiro? O primeiro dia do primeiro mês do ano. De um ano como outro qualquer, mas que nos reserva mais 364 dias para serem vividos. Um ano com os mesmos meses e estações que os outros, mas que não precisa ser igual – ele pode ser mais especial.

Sabemos que cabe a Deus nos oferecer esses dias, pois graças a Ele vivemos o dom da vida diariamente. Daí vem não só o motivo de agradecermos todos os dias, como também a inspiração para seguirmos em frente.

“Seguir em frente” deve ser a expressão da vez. Não seguir em frente por apenas continuar vivendo, mas seguir em frente buscando três coisas fundamentais: esquecer as mágoas e os erros do passado, ter esperança de que tudo irá melhorar e lutar para mudar aquilo que não nos faz bem.

Não podemos controlar o mundo a nossa volta, mas cabe a nós decidirmos o que fazer com o futuro. Nós conseguimos fazer a diferença se acordarmos todos os dias buscando pela felicidade, se optarmos pelo caminho pelo caminho do bem.

Talvez seja sim bastante complicado dar o primeiro passo e muitos não sabem por onde começar. Nessas horas, a força de vontade é fundamental: imagine o ano que passou, veja o que quer esquecer, o que pretende repetir e o que pode melhorar.

Começar organizando o ambiente onde vive, a vida e as tarefas a serem cumpridas é um ótimo passo. É preciso organizar as tarefas e as atitudes, mas sem cobranças. Quando se sabe aonde quer chegar, com paciência e tranquilidade fica mais fácil conseguir. Depois, passe a fazer aquilo que gosta, dê prioridade ao que lhe faz bem. E tente fazer isso na maior parte de seu tempo, tendo 2015 como o ano dos dias felizes.

O ano novo não precisa ter vida nova, mas pode ter atitudes. O importante é buscar mais sorrisos, fazer o bem ao próximo e semear virtudes. Então, viva, sorria, cante, seja você mesmo, enfim… Seja muito feliz em 2015!

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Anna Laura Barreto, em Comportamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.