Por Allan Ribeiro Em Crescendo na Fé Atualizada em 26 ABR 2019 - 14H29

12 Dicas para apresentações de dança na liturgia

A dança, muito mais do que uma expressão artística, é um dos elementos que também nos ajudam a compreender a Palavra de Deus.

E, para te orientar como servir a Deus através deste dom, batemos um papo com a coreógrafa do Santuário Nacional, Ana Paula Maciel, sobre alguns aspectos importantes aos quais devemos nos atentar quando estivermos preparando uma apresentação de dança durante a liturgia.

Pega papel e caneta, porque as dicas abaixo vão te ajudar a produzir uma apresentação impecável durante as celebrações:

:: Conheça nossa playlist de 12 músicas marianas

Thiago Leon
Thiago Leon

#1 Respeitar o local sagrado. A arte não pode se sobressair à liturgia.

#2 Apresentar ao pároco a proposta de dança.

#3 Busque sempre orientação do seu pároco e, sempre que surgir uma dúvida, melhor perguntar.

#4 É recomendado que os momentos para coreografias sejam no início, após a benção inicial ou ao fim, após a comunhão, salvo em ocasiões especificas.

#5 A coreografia deve ter relação com o contexto litúrgico da celebração.

#6 É importante atentar-se à transparência das roupas e vestes.

#7 Quando acontecer a entronização de uma imagem, ela deve permanecer até o fim da celebração.

#8 A música deve ter relação com a temática da celebração. Também é importante atentar-se à letra da música.

#9 Estude sobre o tema e busque referências para estruturar sua coreografia.

#10 O seu ego não pode ser mais importante que a missão de evangelizar.

#11 Busque por vídeos na internet de outras coreografias com a temática que você quer abordar.

#12 Lembre-se que a dança deve ajudar as pessoas a rezar.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Allan Ribeiro, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.