Por Everton Lucas Em Crescendo na Fé Atualizada em 18 JAN 2018 - 13H25

5 dicas para um bom relacionamento

O Dia dos Namorados está chegando e com ele vem muitas coisas interessantes. Para muitos esse será um dia de muito love, carinhos, presentes, enfim, é o dia de celebrar o amor do casal. Mas, para outras pessoas, esse é um dia triste, ou como dizemos hoje, é um dia de “sofrência”. Sim, esse é o dia em que aquela pessoa que passou um ano inteiro tentando arrumar um namorado vai ficar em casa postando nas redes sociais toda a sua mágoa e inveja por ver outras postagens de casais de namorados.

bom_relacionamento

É minha gente, esse é um dia de contrastes! Hoje a proposta é a seguinte: vamos bater um papo aberto para todos, solteiros e não solteiros. Vamos falar um pouquinho sobre o que precisamos fazer para ter um bom relacionamento, e para quem não está em relacionamento algum, esse já vai ser um começo legal para engatar algo mais maduro.

 1- Dê o primeiro passo

Claro! Em tudo na vida precisamos dar o primeiro passo. Estamos nos propondo um diálogo sobre como ter um namoro saudável. Mas e aí? O que você está fazendo pelo seu namoro?

Não estou aqui querendo ser nenhum guru dos relacionamentos, até porque nem me acho a melhor pessoa para tal função, mas vamos pensar juntos... Se você quer que algo na sua vida dê certo é preciso esforço, dedicação e disposição. Essa regrinha se aplica perfeitamente à sua vida amorosa. Jamais seus relacionamentos serão duradouros se você não lutar por eles. Na hora em que você se dispuser a lutar pelos seus relacionamentos, eu deixarei de escrever no plural (SEUS RELACIONAMENTOS) e escreverei no singular, porque você terá encontrado "O Relacionamento" que vai dar certo. Dê o primeiro passo para as coisas darem certo! Não espere sempre que o outro faça isso.

Tem muita gente por aí reclamando que nunca tem sorte na vida amorosa. Isso se dá porque essas pessoas vivem sonhando com o príncipe encantado chegando a cavalo para lhe tirar dos apuros de uma vida infeliz, ou mesmo que um beijo de amor possa tirar-lhe de uma situação difícil. Acontece que a vida não é um conto de fadas. A única magia que podemos usar para sermos bem sucedidos no amor é a nossa própria força de vontade de querer ser feliz e transbordar isso para um amado(a). Esteja disposto e aberto para o amor e ele entrará na sua vida.

2 - “Tu te tornas eternamente trouxa pela expectativa que cativas”

Uma vez vi esse trocadilho numa rede social e resolvi compartilhar com vocês, porque acho que esse talvez seja o grande motivo das decepções amorosas. Conheço muita gente que começa a namorar hoje e, na mesma hora, já faz planos, cria expectativas, projeta e se decepciona. Esse lance de “Eu, você, dois filhos e um cachorro...Cê topa?” não dá certo para todos os casos. Aliás, em pouquíssimos casos pode dar certo. Mas infelizmente é uma armadilha em que a gente está sempre correndo o risco de cair.

 

Um casal deve sonhar, pois faz parte do amor pensar no caminho que se quer percorrer.

De jeito nenhum estou querendo dizer que sonhar é errado. Inclusive, eu acho que um casal deve sim sonhar, pois faz parte do amor entre duas pessoas pensar em um caminho pelo qual se quer percorrer. Quando não se sabe por onde quer caminhar, a gente acaba enveredando por caminhos onde certamente não são os melhores para nossa vida. Mas, o que estou querendo dizer é que existe uma diferença entre sonhar e criar expectativas demasiadas com as pessoas, no caso, com o namorado(a).

As pessoas nunca serão do jeito como nós gostaríamos que fossem. Você pode ver isso pela sua própria família. Com certeza, tem alguém (senão todos) na sua casa que não é lá como você acharia legal que fosse. Se dentro da sua casa você vê isso, imagine fora dela, com uma pessoa que não teve a mesma criação que você, teve uma história de vida diferente da sua e deve ter anseios próprios. Cada um traz consigo uma bagagem diferente. No ato de criar expectativas com seu amor, você automaticamente está querendo anular essa bagagem pessoal que ele traz e quase que o obriga a carregar a sua bagagem, o que seria injusto. E isso sempre acaba mal.

Sonhar sim! Mas sonhar coisas possíveis de serem realizadas em conjunto e que sejam do interesse de ambos. As expectativas que você cria podem arruinar os planos que poderiam ser do casal.

3 - Não espere medidas justas

Esta nossa terceira dica muito se assemelha com a anterior, mas sinto o desejo de esclarecer melhor. Isso é sério! Nunca espere ser amado(a) da forma como você ama! As medidas quase sempre serão injustas. Enquanto ficamos pensando: “Ah como eu queria que fulano gostasse de mim como eu gosto dele!”, nós vamos sempre nos frustrar. Como fora dito antes, as pessoas são diferentes, todo mundo tem um jeito diferente de se expressar, de demonstrar carinho e até mesmo de namorar. Quando falo para não esperar medidas justas, digo isso com relação às próprias medidas que colocamos em um relacionamento.

Às vezes, a outra pessoa até tem um sentimento bem forte por você, mas a maneira como expressa isso é uma forma diferente de como você gostaria. Isso não significa, necessariamente, que ela gosta mais ou menos de você. Não crie medidas para o amor! Deixe-se amar respeitando a forma que o outro tem para lhe oferecer esse sentimento.

4 - “Para amar é preciso conhecer”

Essa é uma frase que gosto muito de uma música do cantor Bruno Camurati. É uma verdade para mim e acho que  deve ser pra todos nós. Só se pode amar aquilo que se conhece. Vejo muitas pessoas terminando o namoro alegando não terem conseguido criar um sentimento pelo outro, dizem que o amor não surgiu ou, em outras palavras, que “não rolou a química”.

O fato é que isso acontece sempre que ambas as partes não se abrem ao conhecimento mútuo. Eu realmente preciso estar aberto para conhecer a pessoa com quem eu quero me relacionar por inteiro, tendo ciência de suas qualidades e defeitos. Só assim, depois que souber realmente com quem você está namorando, você poderá dizer que encontrou o amor.

O amor precisa passar por etapas para chegar a sua plenitude. Tem muita gente com pressa por aí que acaba metendo os pés pelas mãos e não tem paciência de esperar ou força para passar por tais etapas. Mas é somente por elas (as etapas) que vamos construindo esse sentimento nobre que é o amor mútuo.

5 - Ponha uma terceira pessoa na relação

Talvez essa última dica possa ter assustado um pouco. Como assim pôr uma terceira pessoa na relação? Mas é isso mesmo! E falo de uma pessoa muito importante. Essa terceira pessoa da relação de vocês tem que ser Deus.

Acredito firmemente que um namoro alicerçado em Deus é um namoro com todas as chances de dar certo. Se o casal põe sua confiança em Deus de que o seu futuro poderá ser de muita felicidade, aí sim, não terá conto de fadas que poderá superar o “felizes para sempre” de vocês. Claro, sempre haverá momentos difíceis, mas eles podem até esquentar a relação. Um casal que anda de mãos dadas com Deus ainda vai caminhar bastante passando pelos campos floridos e pelos caminhos áridos e cheios de pedra.

Nunca se esqueça disso. Ponha sempre Deus no meio de vocês. Esse é o único caso em que uma relação a três não dá em confusão de jeito nenhum, pelo contrário, desse modo só existem soluções. Que Ele mesmo possa sempre abençoar o amor que brota do coração de duas pessoas que se dispõem a cada dia a se doar um pelo outro.

MANDA UMA SELFIE PRA GENTE? Vamos fazer o seguinte, ainda dá tempo, antes do Dia dos Namorados, de você tirar uma selfie bem romântica com seu namorado ou namorada. Faça isso e mande para nós aqui do Jovens de Maria (jovensdemaria@a12.com) e mostre que o amor está no ar!


Escrito por
Everton Lucas (Fotos Everton Lucas)
Everton Lucas

Apresentador e estudante de comunicação.

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Everton Lucas, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.