Por Jovens de Maria Em Crescendo na Fé Atualizada em 08 ABR 2019 - 10H43

8 mulheres que tiveram um importante papel na Bíblia

Na Bíblia, as mulheres têm papéis muito importantes. De Eva à Maria, Deus escolheu mulheres para cumprir sua missão neste mundo, sendo que a plenitude desta percepção é encontrada no papel da Mãe de Jesus, Maria. Mas, outras mulheres bíblicas também podem nos ajudar neste entendimento.

Como vemos em nosso Santuário de Nossa Senhora Aparecida, muitas mulheres foram canal da graça: Eva, Sara, Rebeca, Lia, Raquel, Miriam, Débora, Rute, Ana, Abisag, Judite e Ester. Por isso, a Igreja não quis rejeitar estes modelos de vida, pois as valoriza e sabe de sua importância.

shutterstock
shutterstock

Eva, a primeira mulher, feita da costela de Adão, o que pareceria indicar uma inferioridade... mas, quando nos aprofundamos, percebemos que isso significa que esta criação, feita a partir do corpo de Adão, lhe dá uma dignidade igual à dele: ela é imagem e semelhança de Deus. Em Gn 3,20, algumas traduções da Bíblia colocam o nome de Eva com seu significado hebraico: “Vitalidade”. Percebemos aqui o papel central da Mulher diante da Vida.

Sara, a bela esposa estéril de Abraão. Seu nome significa “princesa”. Uma mulher com o caráter forte e sempre pronta para um conversa com os hóspedes. Sofreu muito pela sua incapacidade de ter filhos mas, assim como Abraão, ela foi beneficiada pela Promessa Divina e concebeu Isaac, tornando-se assim a raiz de onde cresceu a árvore genealógica do povo de Israel

Rebeca, aquela mulher que estava no poço e que foi o amor à primeira vista de Isaac. Ela nos deu uma lição sobre a oração: o casal rezou durante 20 anos para ter seus filhos.

Lia, mãe dos seis filhos de Jacó, que geraram seis das doze tribos de Israel. Seu nome significa “fatigada” e sua história nos lembra tantas mães, que se esforçam todos os dias para cuidar de suas famílias, assim como a Igreja o faz por seus filhos.

Débora, que em hebraico significa "abelha", uma mulher que foi capaz de reunir um exército, como conta o livro dos Juízes. Assim como o ferrão da abelha, pode agir uma mãe defendendo os seus.

Rute, uma mulher estrangeira que sofre a perda do seu marido, tendo que trabalhar para sustentar sua parente mais velha em meio a carências. Aquela que se aproximou de Boaz, bisavô de Davi, nos ensina como ter uma fé inabalável, ao escolher confiar sua vida ao Senhor.

Abisag (ou Abigail) é uma mulher descrita no livro de Samuel como “sensata e de belo parecer”; ela sozinha conseguiu fazer com que Davi não fosse tão cruel com os que perderam a guerra.

Judite foi um exemplo de astúcia feminina: por sua coragem ao enfrentar Holofernes, o povo de Israel foi salvo da condenação.

Ester foi uma rainha que, em meio a uma vida singela, conseguiu proteger Israel de seus inimigos, por saber atuar quando era preciso.

A Igreja, seguindo a vontade de Deus, que quis dar papéis tão importantes para as mulheres ao longo da História Bíblica da Salvação, nos ofereceu Maria como a joia mais bela. Por isso a Igreja não rejeita a participação feminina nos mais diversos âmbitos da vida católica.

Fábio Santos
Sodalício de Vida Cristã

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.