Por Pe. Evaldo César Souza, C.Ss.R Em Crescendo na Fé Atualizada em 18 MAR 2019 - 16H28

André: força e testemunho

Foto: Reprodução

pescadores de homens andre jpg

Homens pescadores

 

Olá meu querido jovem leitor. Seguimos os passos de Jesus, nós que somos Jovens apaixonados por ele e pela sua mãe, Maria. Nosso projeto missionário dá hoje mais um passo, ao refletir e conhecer um pouco mais sobre o ímpeto apostólico de Santo André, pescador convertido em evangelizador.

André era pescador, homem simples, vivia da ajuda ao pai, Jonas, conhecido pescador das águas do lago da Galileia. O nome de André, de origem grega, traça um pouco de seu perfil – ele era um homem de força, sua estatura física certamente chamava a atenção. E completando o traço físico da força, André também era um homem de fortaleza interior, tinha sonhos, projetos, queria liberdade. Essa vontade de viver levou-o a ser discípulo de João, o Batista, e foi este quem indicou a André o caminho de Jesus – “Eis o cordeiro de Deus” (Jo 1,36), disse apontado o Messias.

Partindo desses dois traços da personalidade do apóstolo, a saber, a força física e fortaleza interior, nós vamos encontrar em André elementos que nos ajudam a fortalecer nosso projeto missionário neste começo de século XXI. De modo resumido entendo que André nos deixa duas grandes lições missionárias: disposição humana para a missão e motivação espiritual para o seguimento de Jesus.

Quando penso em disposição humana para a missão, penso na consciência que o pregador do Evangelho tem de ter com a própria corporeidade: saúde, higiene, apresentação, ânimo físico e psíquico. Penso nas dimensões concretas que estão envolvidas no exercício da missão. O seguidor de Jesus precisa considerar que é por meio de seu corpo que o Evangelho pode ser levado adiante. O Profeta Isaías diz que “são belos os pés do mensageiro da Boa Nova”. Já imaginou um apóstolo cansado, preguiçoso, desanimado, sem disposição, despreocupado com a sua saúde física e mental? Mesmo os mais fisicamente fracos, como alguns santos, eram psiquicamente fortes, cheios do ímpeto evangelizador, sacrificavam tudo pelo anúncio do Reino.

 

"Eis o segredo do verdadeiro missionário: ele sabe usar dos talentos recebidos, inclusive de sua corporeidade, para manifestar o amor de Deus"

E tão fundamental quanto à disposição física, é a motivação interior, a espiritualidade. Talvez seja até mais importante ter dentro de si o fogo abrasador do Espírito do que a saúde física, mas quando se unem disposição interior e força exterior, ninguém segura o pregador. Assim foi Santa André, cuja fortaleza o levou a testemunhar Jesus Cristo até o momento de seu martírio numa cruz. Ali, a força física definhou, mas a força espiritual flui abundantemente, a ponto de hoje recorrermos a ele como intercessor em nossa jornada pelos passos de Jesus. Eis o segredo do verdadeiro missionário: ele sabe usar dos talentos recebidos, inclusive de sua corporeidade, para manifestar o amor de Deus, mas sabe também que, esmorecendo o vigor físico, erradia mais vivamente o fervor espiritual. Força e fortaleza, corpo e espírito, disposição e motivação: equilibrar estes elementos é o desafio dos que querem se tornar apóstolos de Jesus. Que Santo André nos inspire ao equilíbrio na vida, e que dele recebamos a força e a fortaleza para seguir confiantes os passos de Jesus.


Escrito por
Padre Evaldo César Souza, C.Ss.R, diretoria da Fundação Nossa Senhora Aparecida (FNSA) (TV Aparecida)
Pe. Evaldo César Souza, C.Ss.R

Redentorista, membro da Província de São Paulo, graduado em Filosofia, Teologia e Jornalismo e pós-graduado em Gestão Executiva de Televisão (FAAP). Escreve para a Editora Santuário e para a editoria 'Santuários'.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Evaldo César, C.Ss.R., em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.