Crescendo na Fé

As três visões de santa Catarina Labouré sobre a medalha milagrosa

Escrito por Priscila Ferreira

28 NOV 2020 - 02H00

Shutterstock/ Sidney de Almeida Santa Catarina Labouré  (Shutterstock/ Sidney de Almeida)
Shutterstock/ Krakenimages.com
Shutterstock/ Krakenimages.com


Você com certeza já deve ter escutado sobre a medalha milagrosa. Certo? A medalha é fruto de uma visão, que Catarina Labouré, uma irmã Vicentina teve da virgem Maria em 1830. Nessa visão, Nossa Senhora pronunciou a seguinte oração: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós, que recorremos a vós”.

Desde novinha, Santa Catarina tinha à Imaculada como sua mãe e senhora. A medida, que crescia em graça e santidade, se aproxima de Deus: Jejuava duas vezes por semana, ia à missa todos os dias, realizava as tarefas, por sinal muito cansativas, na fazenda do pai sem reclamar, murmurar ou se rebelar.

Quando Santa Catarina tinha dezoito anos, sentiu o chamado para ser religiosa. Porém, seu pai resistiu e não permitiu, no primeiro momento, que ela seguisse a vocação. Após anos insistindo, ela agora com vinte e quatro anos, ganhou a permissão do seu pai, desde que ela fosse antes à Paris. Tentava convencer a filha de que os prazeres, fora do convento, eram bem melhores.

Doce ilusão, como se diz em Minas: O pai dela deu com os “burros n'água". Em Paris mesmo, ela inicia o noviciado no Convento das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo.

Primeira Aparição de Nossa Senhora

Shutterstock
Shutterstock


Leia MaisConfiem no Anjo da Guarda de vocês!

Santa Catarina estava dormindo, quando seu anjo da guarda a acordou. O anjo apareceu com o aspecto de uma criança e a conduziu para uma capela. Lá aconteceu algo incrível! Nossa Senhora apareceu e Santa Catarina prostrou-se diante de Maria. Foi quando Nossa Senhora disse:

“Vem aos pés deste altar. Ali serão derramadas graças sobre ti e sobre todos os que pedirem por elas, ricos e pobres.”

Segunda Aparição

Santa Catarina fazia sua meditação Vespertina quando escutou um som diferente e ao olhar viu Nossa Senhora. No mesmo instante ouviu uma voz:

“Tu deves cunhar uma medalha a partir deste modelo. As pessoas que a usarem depois de indulgenciada receberão grandes graças, especialmente se a usarem em torno do pescoço; graças serão distribuídas abundantemente sobre aqueles que tiverem confiança.”



Terceira Visão

Muito semelhante a segunda aparição, com um diferencial, Nossa Senhora ter se dirigido para cima e atrás do tabernáculo. Hoje, o lugar é ocupado por uma imagem esculpida com base nessa visão.

Grandes graças, grandes responsabilidades

Nossa querida amiga, só contou para as superioras e seu diretor espiritual sobre todas as visões. Mesmo assim, muitas provações apareceram até que as medalhas fossem cunhadas. Santa Catarina foi transferida, fazia os trabalhos mais braçais com os enfermos e idosos, viveu a invisibilidade, pois, só no leito de sua morte as irmãs descobriram que ela era a alma que tinha recebido tamanha graça.

Apenas 46 anos depois de sua morte, quando abriram o caixão, todos souberam que o corpo de Catarina Labouré não tinha sinais de decomposição. Até hoje, o corpo permanece interrupto.

A memória liturgia de Santa Catarina Labouré é celebrada no dia 28 de novembro, um dia depois da festa da medalha milagrosa. Sua história nos inspira a ter uma intimidade profunda com Nossa Senhora e acreditar,que por suas mãos, receberemos grandes graças.

#Para todos lerem: Curtiu esse post? Me conta nos comentários!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Priscila Ferreira, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.