Por João Antônio Johas - Jovens de Maria Em Crescendo na Fé Atualizada em 01 NOV 2017 - 10H15

Como a Bíblia pode nos ensinar sobre a vida

No mundo em que vivemos as coisas parecem ser cada vez mais descartáveis. É realmente impressionante a velocidade com que algo pode passar a ser supérfluo hoje em dia. Troca-se de celular, de moda, de ídolos e inclusive de maneiras de pensar sem maiores problemas. Parece que tudo que é novo é bom, é melhor. Como fica a Bíblia num mundo como esse? Ela é um livro muito antigo, na verdade uma reunião de livros muito antigos, e uma possibilidade é que ela já esteja “velha demais” para nos ensinar alguma coisa. Será?

biblia_12:: Como estudar a Bíblia? ::

Como católicos, sabemos que não. Sabemos que Jesus, que é Ele mesmo a Palavra de Deus, é o mesmo ontem, hoje e sempre, e que sua Palavra não passará. Mas para fazer que essa Palavra chegue aos corações dos homens de hoje é preciso de novas maneiras de anunciá-la, sem perder o essencial que não pode mudar nunca, no espírito do Concílio Vaticano II e sua renovação em continuidade. A fé sempre nos chegou pelo ouvir, como disse São Paulo, e o ouvir a Palavra de Cristo. E hoje vemos iniciativas que buscam, por exemplo, se valer dos meios de comunicação para fazer com que essa mesma Palavra chegue a mais pessoas com mais eficácia.

Além disso, é preciso realmente desterrar essa ideia que parece estar rondando no mundo de que o antigo não é bom. De alguma maneira, o Papa Francisco tem enfatizado muito isso quando pede reiteradamente que os mais jovens, ao planejar seu futuro e ao tomar decisões, falem com os mais velhos e experientes. Na JMJ ele disse aos voluntários: “Para prepararem a Jornada no Panamá, vocês me prometem que falarão com seus avós”?

 

O modo como Jesus nos ensina a viver o amor sempre será a resposta autêntica para as inquietudes do coração

Existem também outros livros muito antigos que ainda hoje são muito respeitados como as obras dos antigos filósofos gregos Platão e Aristóteles, para mencionar os que talvez sejam os mais famosos (junto com Sócrates, que, no entanto, não deixou nada escrito). Estas obras continuam a serem muito estudadas ainda hoje e não se duvida de sua importância na formação da cultura. Se temos um olhar um pouco mais atento, veremos que o problema real não parece ser a antiguidade ou não de um determinado texto, mas talvez uma mentalidade contemporânea que possui seus preconceitos com os temas de fé, em especial com a fé cristã.

Por que ler a Bíblia?
A Bíblia é para nós um texto inspirado por Deus. Por meio de sua Palavra viva e eficaz, o Senhor continua a nos ensinar a maneira mais autêntica de sermos verdadeiros seres humanos, filhos de Deus. Jesus é o centro das escrituras e modelo de humanidade, independentemente da época em que estejamos. Seja qual seja a circunstância em que vivemos, o modo como Jesus nos ensina a viver o amor, com fé e esperança, sempre será a resposta autêntica para os questionamentos e as inquietudes do coração do ser humano.

:: 5 histórias de Amor que você pode ler na Bíblia ::

É verdade que em alguns momentos pode ser difícil entender a Bíblia, mas isso não pode ser motivo para que a abandonemos. Não estamos sozinhos, aliás, não devemos ter a pretensão de entender tudo sozinhos, mas de deixar-nos iluminar sempre pelo Magistério da Igreja que a 2000 anos vem se debruçando sobre a Palavra de Deus a fim de torná-la conhecida por todos nós. É muito importante ler a Bíblia sempre dentro da Tradição viva da Igreja, porque é realmente o Espírito Santo que lhe dá a interpretação espiritual da Escritura, como nos diz o catecismo.

Não vamos encontrar respostas fáceis, porque em última análise, o cristianismo sempre será um caminho que para chegar à Páscoa, deve passar pela paixão e morte. A mensagem da Bíblia sempre será a mensagem de viver o amor até as últimas consequências, assim como Jesus. Mas no devir de nossa vida, com certeza podemos ter na Palavra de Deus o fundamento sólido de uma vida feliz, seguros de que nas tribulações e alegrias que nos toquem, ela será “mais doce que o mel em minha boca”! (Salmo 119, 103).


Escrito por
Irmão João Antônio Johas (Redação A12.com)
João Antônio Johas - Jovens de Maria

Licenciando em Filosofia pela Universidade Católica de Petrópolis, Pós-graduando em Antropologia Cristã pela Universidade Católica San Pablo em Arequipa, Peru.

4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ir João Antônio Johas Leão, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.