Por João Antônio Johas - Jovens de Maria Em Crescendo na Fé Atualizada em 26 SET 2017 - 14H06

Como o pecado atrai a misericórdia de Deus?

Uma das maiores tentações é a de fechar o coração à infinita misericórdia de Deus. Em um primeiro momento, pode parecer um pouco estranha essa frase, porque quem é que, conhecendo alguém que é todo Amor, prefere virar as costas a essa bondade e viver longe dela? Mas é exatamente isso que fazemos muitas vezes quando nos deparamos com a santidade de Deus e comparamos com a nossa grande miséria.

pecadoEstá difícil entender os planos de Deus? Leia esta reflexão.

E isso não é algo novo. Em uma passagem muito marcante do Evangelho, vemos a Pedro, logo no início de sua amizade com Jesus, que lança suas redes ao mar e uma pesca milagrosa acontece. Sabendo que ela aconteceu porque Jesus lhe havia dito que jogasse a rede, Pedro reage exatamente como dissemos acima. Ele diz: “Afasta-te de mim porque sou um pecador”. Ele não se acha digno de estar na presença de uma pessoa tão santa como Jesus.

É interessante que atualmente parece existir uma pressão muito grande para a autovalorização. Quero dizer, nos esforçamos para sermos aceitos pelos nossos semelhantes. Fazemos academia, aprendemos as gírias, nos esforçamos para não parecer muito estranhos, se vamos a uma festa de gala, procuramos a roupa adequada. Queremos ser valorizados, que nos encontrem a altura de estar presente onde quer que desejemos estar. E não digo isso como algo negativo somente. É claro que cada um precisa ver a motivação com que faz o que faz, mas certamente não parece o melhor ir com uma roupa não adequada a uma festa.

Mas o que significa estar adequado para colocar-se na presença de Deus?
Em outras palavras, qual é o valor que eu preciso ter para estar diante dEle? Pedro, no exemplo acima, parece entender que apenas os puros podem estar diante de Deus. E talvez nós pensemos assim também. Os nossos pecados muitas vezes são graves ofensas ao Senhor e desde uma lógica humana, podemos pensar que Deus não nos quer em sua presença. E essa é a grande tentação da qual falávamos no começo.

 

Deus vem ao encontro do homem justamente porque ele, em seu pecado, já não consegue entrar em comunhão com Deus.

Por que é uma tentação? Porque nos atrai para um engano. E o engano é esquecer-se de que Deus vem ao encontro do homem justamente porque ele, em seu pecado, já não consegue entrar em comunhão com Deus por suas próprias forças. Quando questionam Jesus o porquê dele se aproximar dos pecadores, Ele responde: “Não são os sadios que precisam do médico, mas os doentes”. É esse o valor que precisamos ter. Entender-nos como filhos queridos de Deus, mas que estamos feridos pelo pecado e, portanto, necessitados da misericordiosa aproximação de Deus em nossas vidas.

Nós somos muito valiosos para Deus e, por mais pecadores que sejamos, esse valor não se perde. Pelo contrário, quando Ele vê um filho seu afastando-se mais e mais, podemos pensar que Ele age como o Pai misericordioso do Evangelho, que espera o menor sinal da presença do filho para sair correndo para abraçar e mostrar a verdadeira dignidade que o filho pensou ter perdido.

Podemos dizer que não existe forma de preparar-nos a ponto de estar realmente dignos de estar na presença de Deus. Ou podemos dizer que a melhor forma de estar em sua presença é não esquecer que aquilo que nos envergonha, nosso pecado, atrai a misericórdia de Deus que quer nos curar. Não fechemos o coração a essa misericórdia.


Escrito por
Irmão João Antônio Johas (Redação A12.com)
João Antônio Johas - Jovens de Maria

Licenciando em Filosofia pela Universidade Católica de Petrópolis, Pós-graduando em Antropologia Cristã pela Universidade Católica San Pablo em Arequipa, Peru.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ir João Antônio Johas Leão, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.