Por Jovens de Maria Em Crescendo na Fé Atualizada em 07 JUN 2019 - 14H07

Como Pentecostes pode acontecer nos dias de hoje?

Hoje em dia, muitos católicos sentem um certo temor ao falar do Espírito Santo. São tantas as coisas que Lhe são atribuídas que nos dá até um certo receio falar do assunto, parece ser coisa de “pentecostais”. Dizem alguns, que seria até mesmo algo que nos afasta da Igreja, porque leva a muitos fazerem o que querem e não a obedecer à fé. O que fazer? Como ter a experiência de Pentecostes, hoje?

:: Por que a Igreja Católica nomeia padroeiros e patronos?

Primeiro, vejamos: o que não é um novo Pentecostes? Não é um pré-vestibular, que vai te fazer saber tudo sobre Deus, e nem uma reunião de capacitação onde você vai ganhar dons especiais; não é um “up-grade” da sua conta cristã lá no Céu para ser capaz de usar os dons do Espírito, e menos ainda uma magia que vai ter fazer ser capaz de tudo.

shutterstock
shutterstock


Segundo, temos uma dica muito boa sobre o que estava acontecendo naquele momento:

“Tendo entrado no cenáculo, subiram ao quarto de cima, onde costumavam permanecer. Eram eles: Pedro e João, Tiago, André, Filipe, Tomé, Bartolomeu, Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelota, e Judas, irmão de Tiago. Todos eles perseveravam unanimemente na oração, juntamente com as mulheres, entre elas Maria, mãe de Jesus, e os irmãos [primos] Dele.” (At 1,13-14).

Ou seja, vemos aqui:
1) a consciência dos Apóstolos de serem, como nós, pessoas frágeis, e de que devemos pedir a graça de amar;
2) a importância de se rezar em comunidade.

Explicando:

1) A consciência de ser uma pessoa frágil e de que devemos pedir a Graça para Deus:

Os discípulos, ao redor de Maria, estavam perseverando na vida de oração. Deus não é um Pai distante, que simplesmente dá presentes quando o filho pede. Pelo contrário, à medida que vamos vivendo mais próximos Dele, vivendo uma vida de santidade. Ele nos vai concedendo seus dons, por meio de uma divina pedagogia. Nós não compramos os dons de Deus, Ele nos doa pois estamos vivendo com Ele e segundo o que Ele espera de nós.

2) Rezar em comunidade:

A abertura ao Espírito nos foi possibilitada pelo nosso Batismo e confirmada na Crisma. Longe da Igreja e de seus caminhos, fica muito difícil de saber se estamos realmente com o Espírito Santo. Por isso, em vez de fazer tudo sozinho, vá na vigília de sua paróquia ou grupo, não deixe de compartilhar esta experiência de Deus. Participe da Missa!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.