Por José Eymard Em Crescendo na Fé Atualizada em 26 SET 2017 - 14H48

O desastre do virado de banana e a lição do arriscar-se

Ish, não restava muito tempo! A banana já começava a apodrecer. Precisava fazer algo para não desperdiçar o alimento. Foi aí que tive a brilhante... brilhante não, a incrível ideia de fazer um virado de banana. Entrei no Google, pesquisei a receita e #partiu fazer algo inédito em meu fogão.

Primeiro, fui ao supermercado comprar farinha de milho flocada – nem sabia que existia mais de um tipo de farinha de milho – e aí, na hora de pagar a conta, minha farinha passou na compra do cliente que estava à frente na fila! Seria um sinal para eu não me arriscar na cozinha? Peguei outro saco de farinha flocada e, em casa, comecei a desenvolver meus talentos culinários.

 

virado_de_banana_1

Farinha flocada espalhada pela cozinha do Zé!

Bom... Digamos que meus talentos culinários atingem a casa dos 10% de perfeição (ao menos nunca botei fogo na casa!). Em uma panela, esquentei a banana fatiada, acrescentei o açúcar, queimei a panela e fui abrir o saco da farinha de milho. Quanta delicadeza! Simplesmente coloquei força demais e voou farinha para todo lado da pia! Depois consegui cortar meu dedo - ainda não descobri como – e, enfim, terminei a receita.

Calma... Esse artigo não é sobre meus desastres pessoais e sim sobre o olhar cristão devido ao desastre pessoal! Gente, eu tentei, né? Arrisquei-me a fazer algo que jamais tinha feito ou visto alguém fazer. E está aí o objetivo desse artigo! Quantas vezes travamos e não crescemos na vida, porque não sabemos fazer e temos medo de arriscar?

Isso vale para diversas situações: procurar ou mudar de emprego, escolher a faculdade e o curso, ou mudar de área, começar ou terminar um relacionamento, pedir desculpa ou desculpar alguém. A vida é um constante aprendizado e sem arriscar não se vai longe e acabamos vivendo o comodismo. E essa palavra tem que sair do nosso cotidiano, porque assim não se evolui, não se cresce, não aperfeiçoa os talentos e conclusão: deixamos de correr atrás dos sonhos.

 

virado_de_banana_2

O corte no dedo do Zé que nem ele sabe como o fez!

Jesus mostrou isso aos seus discípulos. Depois da morte na Cruz e Ressurreição, os escolhidos estavam com medo. Trancados, “tremendo na base” de serem perseguidos. Estavam sem coragem de contar ao mundo as maravilhas que aprenderam com Jesus. Mas o próprio Senhor aparece em Pentecostes, os anima com o Espírito Santo e diz que está com eles todos os dias. Isso foi um puxão de orelha e os discípulos, a partir daquele dia, começaram a pregar, a curar os doentes e dar início à Igreja de Jesus.

Hoje, Jesus entra no íntimo de cada um e quer saber: o que te impede de tentar seu sonho? O que te impede de ser um cristão melhor, um filho, um amigo, namorado, noivo melhor? O que te impede de deixar a preguiça de lado e fazer um curso, uma especialização para crescer? O que te impede de procurar um padre, uma religiosa para responder as dúvidas vocacionais? O que te impede de ser feliz? E Jesus nos diz: Coragem! Eis que estou convosco!

Lindos e lindas! Aquele desastre me deu uma lição também. Sim, eu queimei a panela, sujei a pia, mas a banana não se perdeu. E esse era meu objetivo inicial. E quais são os seus? Tenha objetivos, ouça os ‘NÃOS’ por eles, reze por eles, se arrisque por eles, coloque Deus na frente deles e desfrute com alegria quando alcançar.

Ah... apesar do desastre o virado de banana estava muito bom! 

virado_de_banana_4

RECEITA DO VIRADO DE BANANA

INGREDIENTES

04 bananas maduras

03 colheres de açúcar

05 colheres de farinha de milho flocada

Canela em pó

MODO DE PREPARO

Corte as bananas em rodelas não muito grossas

Em seguida, coloque em uma panela e deixe esquentar

  • Dica do Zé: cuidado para não queimar a panela!

Acrescente o açúcar e deixe derreter

Depois do açúcar derretido, coloque a canela e a farinha de milho

  • Dica do Zé: abra o saco de farinha com delicadeza!

Misture tudo e sirva quente

  • Dica do Zé: vai valer a pena!
Escrito por
José Eymard (Foto José Eymard)
José Eymard

Apresentador do Bem-vindo Romeiro na TV Aparecida e Jovem de Maria.

5 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por José Eymard, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.