Por Laura Galvão Em Crescendo na Fé Atualizada em 15 MAI 2019 - 14H44

O dia em que Moisés acusou Deus de não cumprir suas promessas

A história é comum: Deus tem um plano, escolhe uma pessoa, faz o chamado, ela diz “sim” e toda aquela maravilha acontece depois. Normalmente, é assim que a gente se recorda dos personagens bíblicos ou dos santos. Mas tem um erro nessa história. A gente costuma se esquecer dos percalços que acontecem no meio do caminho. Foi o que aconteceu com Moisés.

shutterstock
shutterstock

Um belo dia, Deus fala com Moisés e o convida para libertar seu povo das mãos do Egito. Ele até acha a ideia meio absurda no começo, mas Deus o convence. O profeta chama seu irmão, Aarão, e os dois viajam para o Egito para se encontrarem com o faraó. É aí que a treta começa.

Se liga no que diz esse trecho de Êxodo 5, 1-2;6-9:

Depois, Moisés e Aarão se apresentaram ao faraó e lhe disseram: “Eis o que disse Javé, Deus de Israel: ‘Deixa meu povo partir, para que me celebre uma festa no deserto’”. O faraó, porém, respondeu: “E quem é Javé, para que eu deva obedecer a ele, deixando Israel partir? Não conheço Javé e não deixarei Israel partir”. (...) Naquele mesmo dia o faraó ordenou aos exatores e aos inspetores do povo, dizendo: "Não deis mais a palha ao povo para fabricar tijolos, como antes; eles mesmos que a procurem. Exigireis deles, porém, a mesma quantidade de tijolos que antes, sem nada diminuir, pois são preguiçosos e por isso clamam: Deixa-nos ir, para que sacrifiquemos a nosso Deus! Sobrecarregai esses homens de trabalho, a fim de que estejam ocupados e não deem ouvidos a palavras mentirosas”.

Rolou que quando Moisés e Aarão pediram para o faraó libertar o povo, ele não permitiu e ainda fez com que o povo trabalhasse muito mais. Aí aconteceu que os hebreus – que nem tinham pedido a ajuda de Moisés, afinal ele tinha ido lá “por conta própria” – começaram ameaçar o profeta e a culpá-lo de ter piorado a situação dos trabalhadores

Agora pense bem na situação de Moisés: Deus é quem foi tirá-lo do sossego de sua vida e disse que, pela Sua força, o povo seria liberto. Só que começa a dar tudo errado! O que ele faz? Vai reclamar com Deus!

Moisés então dirigiu-se a Javé, dizendo: “Senhor, por que afligis esse povo? Por que me enviastes? Pois desde que estive com o faraó para lhe falar em vosso nome, ele maltrata esse povo, e vós nada fizestes para libertá-lo”. (Ex 5, 22-23)

Aqui mora a mensagem central de hoje: Moisés – como todos nós – tinha uma visão limitada. Ele só enxergava o que estava acontecendo naquele momento e teve a sensação de que Deus estava de braços cruzados, não estava fazendo nada pela libertação do seu povo e, logo, não estava cumprindo a promessa que lhe tinha feito.

Só que sabemos bem o final dessa história e ainda vamos ter a oportunidade de estudá-la mais durante essa Jornada Bíblica do Santuário Nacional.

O importante é a gente perceber que os grandes homens de Deus passaram pelas mesmas coisas que a gente!

É importante lembrar também que, quando damos nosso “sim” à vontade de Deus, pode parecer que tudo está dando errado. Vem aquela velha expressão “quando mais eu rezo, mais assombração aparece”. Só que Deus nunca está de braços cruzados. De uma maneira ou de outra, Ele está conduzindo tudo para que seu plano de amor aconteça. É a gente que não vê.

E por que Deus não mostra seu plano completo de uma vez?

Por dois motivos: primeiro, desculpe dizer, mas a gente é medroso e covarde! Se víssemos todo o caminho difícil que temos que passar, desistiríamos antes mesmo de tentar. 

Segundo, Deus é sábio e mostra tudo no tempo certo. Assim, Ele vai nos fazendo pessoas melhores e vai construindo em nós um perfil de santidade. Tudo aos poucos e na hora certa!

Então, se as coisas por aí parecem que não estão dando certo, coragem e força, porque você ainda não conheceu o plano completo de Deus que, com certeza, é lindo e reserva muito amor e alegria pra sua vida.


8 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Laura Galvão, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.