Por Craig Kinneberg Em Crescendo na Fé

"Rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte..."

shutterstock
shutterstock


Poderíamos dizer que a Ave-Maria se divide em três partes principais:

1. A primeira parte, “Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco”, sendo as palavras do anjo dirigidas a Maria na Anunciação (Lc 1,28);

2. A segunda parte, “Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre”, sendo as palavras de Isabel dirigidas a Maria na Visitação (Lc 1,42); e

3. A terceira parte, “Rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte”, sendo uma oração de súplica a Maria.

Leia MaisO que acontece quando rezamos a Ave Maria?

O que queremos dizer com essa última parte da oração? O que estamos pedindo para Maria cada vez que rezamos a Ave Maria?

Uma das coisas que acreditamos como católicos é que os santos estão verdadeiramente vivos porque estão em Deus e compartilham a mesma vida divina da Santíssima Trindade.

É precisamente por isso que podemos pedir que os santos rezem a Deus por nós e intercedam por nós durante a nossa vida; a sua “atividade evangelizadora” não acabou aqui na Terra, mas continua de forma ainda mais intensa no Céu. Acreditamos também que as orações dos santos têm uma força particular, sendo que eles têm uma comunhão e intimidade muito maior com Deus do que nós temos.

Se tudo isso se aplica a todos os santos, quanto mais à Nossa Senhora, Mãe de Deus e nossa Mãe, a maior santa da história! Maria, que está viva em corpo e alma no céu, reza e intercede por todos os seus filhos que ainda peregrinam aqui na Terra e que pedem a sua proteção e guia.

shutterstock
shutterstock


Quando rezamos a
Ave-Maria, pedimos que Maria reze e interceda por nós em todos os momentos da nossa vida. Como filhos pequenos e frágeis que somos, precisamos do cuidado e da ajuda da nossa Mãe, para que permaneçamos firmes no caminho da santidade que nos leva ao Céu. Mas também pedimos que Ela reze e interceda por nós de uma forma particular na hora da nossa morte. Por que isso?

 A hora da nossa morte será a hora definitiva, quando, como ensina a Igreja, “cada homem recebe na sua alma imortal a retribuição eterna, num juízo particular que põe a sua vida em referência a Cristo, quer através duma purificação, quer para entrar imediatamente na felicidade do céu, quer para se condenar imediatamente para sempre (Catecismo da Igreja Católica, n. 1022).

Nessa hora, nos reconhecemos particularmente necessitados da graça de Deus e da intervenção de Maria. Com essa súplica a Nossa Senhora, é como se jogássemos os braços para cima em direção ao céu, pedindo que ela agarre as nossas mãos e nos leve para a casa preparada para nós desde toda a eternidade.

Ânimo, então, cristão! A própria Mãe de Deus está rezando por nós!

Escrito por
Craig Kinneberg (arquivo pessoal)
Craig Kinneberg

Nasceu na cidade de Spokane, no estado do Washington, nos Estados Unidos, e se mudou a Phoenix, Arizona quando tinha 13 anos. Aos 20 anos de idade, ingressou no Sodalício de Vida Cristã e morou no Peru durante 3 anos para sua formação inicial. Em 2013, se mudou a São Paulo, Brasil, onde atualmente reside, ajudando na missão apostólica da Família Sodálite, especialmente no projeto catequético e fazendo trabalho pastoral com jovens. Completou os estudos filosóficos e teológicos em vistas ao sacerdócio.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.