Por Jovens de Maria Em Crescendo na Fé Atualizada em 04 ABR 2019 - 16H14

São Geraldo Majella e os desejos ocultos de sua juventude

Como contamos no post “6 metas de vida de São Geraldo”, certa vez, o superior do santo o pediu que escrevesse suas práticas espirituais, objetivos e sonhos. Dentre seus escritos, está o texto, do qual retiramos os trechos abaixo, que ele intitulou de “Sentimentos mais vivos do coração”.

Chamamos de desejos ocultos porque São Geraldo nunca havia partilhado isso com ninguém. Mas aqui estava a grande inquietação de sua juventude, que ele expressa por meio de um diálogo consigo mesmo. Geraldo tinha sonho e era o da santidade!


“Tenho agora a maravilhosa ventura de tornar-me santo, e, se a desperdiço, perco-a para sempre. E agora tenho a felicidade de tornar-me santo... Pois, que me falta para fazer-me santo? Tenho todas as ocasiões favoráveis para ser santo”.

Você já parou pra pensar que Jesus nos deixou por meio da Igreja todas as condições favoráveis para nos tornamos santos? Os sacramentos, a intercessão de Maria, o exemplo dos santos e a nossa comunidade! Por que então não acreditamos ser possível alcançar a santidade?

“Coragem, pois, quero me tornar santo! Irmão Geraldo, decidas a dar-te totalmente a Deus. Desde agora sejas mais sensato e penses que não te farás santo estando só em contínua oração e contemplação. A melhor oração é estar como Deus quer. Permanecer na vontade divina, isto é, em contínuos trabalhos por amor a Deus. É isto que Deus quer de ti. Não te submetas a teus gostos ou ao do mundo. Basta ter só Deus presente, e estar sempre nele, em tudo o que fazes”.

Aprendemos com São Geraldo: é preciso coragem e decisão para ser santo! E existe um meio para que isso aconteça...

“Na verdade, tudo o que se faz unicamente por amor de Deus, tudo é oração. Alguns se preocupam em fazer isto ou aquilo. Eu só tenho a preocupação de fazer a vontade de Deus. Nenhum sofrimento é sofrimento, quando a gente o aceita seriamente”.

Fazer tudo com amor e oferecendo a Deus, que tal começar a praticar isso em sua vida? E fica um pensamento final de São Geraldo Majella:

“Quero agir neste mundo como se (somente) fôssemos eu e Deus. Alguns me dizem que eu zombo do mundo. Oh Deus, o que haveria de estranho se eu me risse do mundo! Muito grave seria se eu me risse de Deus!”.

Que o desejo de santidade de São Geraldo Majella possa fecundar em nosso coração a mesma coragem, decisão e amor!

Informações de
“Cartas e outros escritos de São Geraldo”, Centro Redentorista de Espiritualidade de Aparecida.
Editora Santuário, 2004.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.