Jovens de Maria

Economia de Francisco: Essa é a razão para você acompanhar o último dia!

Escrito por Priscila Ferreira

21 NOV 2020 - 03H00 (Atualizada em 23 NOV 2020 - 11H33)

Shutterstock/ Nastyaofly Jovem segurando o planeta (Shutterstock/ Nastyaofly)


Hoje, termina o encontro que marcou o modo como enxergamos a economia. Dois mil jovens empresários, economistas, ativistas apresentaram suas propostas por um mundo mais igualitário nesses 3 dias. Conseguimos perceber nesses dias a movimentação de toda a Igreja, para proporcionar um mundo mais justo, especialmente, para os mais pobres.

Shutterstock/ Mustafa Olgun
Shutterstock/ Mustafa Olgun

Desafios em todos os continentes foram apresentados e ações, que já estão sendo realizadas para transformar o mundo em um lugar melhor também. Aqui no Brasil, Maria Clara Magalhães, 24 anos, de Recife, conversou com a Vatican News a respeito da importância dessa iniciativa:

“(...) Minha expectativa é fazer o meu melhor sempre para promover um novo espaço de diálogo onde os seres humanos sejam colocados no centro e as ações sejam postas em prática o mais rápido possível. Além disso, quero sempre incentivar e inspirar novos jovens a fazerem pequenas revoluções diárias, buscando diminuir as desigualdades.”

Leia MaisJMJ 2023: Cerimônia de entrega dos símbolos promete ser inesquecível!

A oportunidade de colocar em prática a caridade alcançou todos aqueles que assistiram a transmissão ou contribuíram com as suas propostas, como é o caso de Henrique Sengés Coutinho Marques, pós-graduado em Comércio Exterior, do Rio de Janeiro.

“A pandemia acabou contribuindo para um pensamento mais maduro das propostas da Economia de Francisco através das 12 vilas temáticas, que tiveram mais tempo para discutir: foram centenas, milhares de horas de conversas, de reflexões acerca dos mais diferentes temas abordados, de modo que algumas propostas bem mais concretas pudessem ser mais elaboradas. Eu acredito que é justamente nos grandes desafios que se encontram as maiores oportunidades e esta aí uma oportunidade de exercemos o poder da caridade, do cuidado e da doação ao próximo.”

A economia de Francisco continua até o final do dia e a principal razão para você continuar acompanhando ou começar hoje mesmo é seguir aquilo que o próprio Jesus nos ensinou: Ser o Bom Samaritano (Lc 10,25-37).

#ParaTodosLerem: Curtiu esse post? Compartilhe com seus amigos!
É só clicar no botão do Whatsapp ou demais redes sociais, logo abaixo do título.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Priscila Ferreira, em Jovens de Maria

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.