Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 19 JUN 2019 - 16H32

Bolsonaro exonera peritos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura

Shutterstock.
Shutterstock.

Leia MaisOAB e Defensoria pública de São Paulo acompanham casos de tortura em presídios do estadoTortura nos presídios é apresentada em relatório da Pastoral Carcerária

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro exonerou todos os peritos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, órgão responsável por investigar violações de direitos humanos em locais como penitenciárias, hospitais psiquiátricos, abrigos de idosos, entre outros.

A partir de agora, serão cargos ocupados por voluntários sem remuneração.

Lúcio Costa, antigo assessor do órgão fala sobre a situação do órgão e o trabalho realizado. “A partir de um compromisso que o estado brasileiro tem com protocolo facultativo da ONU de combate à tortura que o órgão existe, ele tem a função específica de inspecionar de maneira autônoma e independente, ou seja, sem qualquer interferência tanto do governo quanto do sistema de justiça a unidade que receba denúncias”.

Além disso, o ex-assessor fala que essa decisão do governo fortalece a mentalidade de que enfrentar a tortura não deve ser prioridade. Ouça:

🔊 Gostou desse artigo? Compartilhe com os amigos!

Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.