Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 10 AGO 2020 - 15H25

Brasil chega à marca de mais de 100 mil mortos por Covid-19

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Brasil registrou 101.049 mortes pela Covid-19 em agosto, um número impressionante de brasileiros que perderam a vida, pela mesma razão, neste intervalo de tempo. A cidade de São Paulo, por exemplo, registrou o primeiro caso do país no dia 26 de fevereiro e primeiro óbito em 16 de março.

Dr. André Freitas, médico epidemiologista e professor da faculdade São Leopoldo Mandic em Campinas repercute esses números alarmantes.


Uso correto de máscaras pode reduzir carga viral e gravidade da Covid-19

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Autoridades de saúde e governos de vários países recomendam ou tornam obrigatório o uso de máscaras, porque elas diminuem as chances de pessoas infectadas espalharem o coronavírus.

Porém, um novo estudo concluiu que o uso de máscaras também reduz a carga viral à qual estamos expostos e, se infectados, a manifestação da doença pode ser mais branda, ou mesmo, assintomática.

A pesquisa realizada nos Estados Unidos, examinou vários casos e concluiu que a exposição ao coronavírus, sem consequências graves devido ao uso de máscaras, pode gerar uma imunidade em toda a comunidade e reduzir a propagação da doença, como detalha Dr. Antônio Bandeira, da Sociedade Brasileira de Infectologia.


Copom faz novo corte e taxa Selic cai para 2% ao ano

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), decidiu reduzir mais uma vez a taxa básica de juros da economia brasileira de 2,25% para 2%. Esse foi o nono corte seguido na Selic e a decisão foi unânime. O corte renovou o menor patamar histórico para a taxa Selic desde 1999, quando entrou em vigor o regime de metas para a inflação.

A redução na Selic seguiu a expectativa de analistas do mercado financeiro. Para eles, essa decisão encerra o ciclo de cortes iniciado em agosto de 2019, como também detalha o especialista.

Em nota, o comitê informou que entende que a conjuntura econômica continua demandando estímulo monetário “extraordinariamente elevado”, mas reconheceu que, “devido a questões prudenciais e de estabilidade financeira, o espaço remanescente para utilização da política monetária, se houver, deve ser pequeno”.

O economista Sérgio do Vale destaca que, ao reduzir a taxa Selic, o Banco Central Estimula o nível de atividade econômica no país.

:: Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.