Por Beatriz Nery Em Notícias

Brasil registra aumento de violação de direitos de crianças e adolescentes

shutterstock
shutterstock

A cada seis minutos uma criança ou adolescente sofre alguma violação no Brasil, seja negligência, psicológica ou sexual. Essa é a afirmação do Disque 100 do Ministério dos Direitos Humanos que coletou durante o ano passado 84 mil casos relatados. Em comparação a 2016, houve um crescimento de 7%.

Para a professora Maria Aparecida Alckmin, coordenadora do Mestrado em Direito do Unisal em Lorena e também uma das pesquisadoras de Direitos Humanos, os números são preocupantes. “Isso é um reflexo da banalização da violência na sociedade como um todo, em especial contra as crianças e adolescentes e a juventude. Hoje em dia a sociedade está vivendo momentos intensos de violência em todo o sentido, em todo o mundo. Nós vemos guerras, vemos famílias dilaceradas e isso reflete diretamente na parte mais vulnerável da população.”

A Campanha da Fraternidade deste ano, “Fraternidade e superação da violência”, explanou esse assunto nas igrejas para que haja um apoio a todos que sofrem no país. Na entrevista, Maria Aparecida traz resoluções para o problema com a ajuda do Estado. Ouça matéria de Leandro Oliveira para Notícias em Trinta:


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Beatriz Nery, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.