Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 27 AGO 2020 - 16H08

Covid-19: Especialista avalia casos de reinfecção

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O porta-voz da Organização Mundial da Saúde afirmou, durante esta semana, que casos de reinfecção pelo novo coronavírus não parecem ser comuns. O primeiro caso do mundo foi confirmado na última segunda-feira, em Hong Kong, e mais dois nesta terça-feira, na Holanda e na Bélgica.

No Brasil, o Hospital das Clinicas, em São Paulo, investiga casos de sete pacientes com suspeita de reinfecção. Pesquisadores estão fazendo sequenciamento genético para avaliar se os vírus são diferentes, se houve mutação ou se o vírus da primeira infecção está manifestando novamente.

Alexandre Barbosa, professor e infectologista da faculdade de medicina da UNESP de Botucatu, fala sobre esses casos no Notícias em 30.

Governo lança programa habitacional com foco nas regiões Norte e no Nordeste

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O presidente Jair Bolsonaro assinou a medida provisória que cria um novo programa de habitação do Governo Federal, batizado com o nome de “Casa Verde e Amarela”, que chega para substituir o Minha Casa Minha Vida, criado em 2009, no governo do ex-presidente Lula, com o objetivo de reduzir o déficit habitacional no país.

O novo programa, além de financiamento de imóveis, também prevê ações voltadas à regularização fundiária, reforma de imóveis e retomada de obras.

Vinícius Costa, advogado e presidente da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação, detalha o que muda a partir de agora com a criação do novo programa habitacional.

- O programa "Casa Verde e Amarela" deve atender um maior número de pessoas do que o "Minha Casa Minha Vida", principalmente, no Norte e Nordeste onde há um maior déficit habitacional?


Estudo mostra que demanda por água potável pode aumentar em 80% até 2040

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Em meio a um cenário de mudanças econômicas, demográficas e climáticas, a demanda por água potável no Brasil pode quase dobrar em 20 anos.

É o que aponta um estudo do Instituto Trata Brasil, que mostra ainda a necessidade de pensar formas do setor de saneamento básico atender a população de forma eficiente e sustentável.

Fernando Garcia, pesquisar do instituto fala sobre os dados.

:: Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias diariamente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...