Por Rádio Aparecida Em Notícias

Devemos nos sentir responsáveis pelo outro? Sim, mas não dependentes

Shutterstock/ Rido
Shutterstock/ Rido

Ouça o podcast ou, se preferir, leia a matéria:

Você acredita na responsabilidade que você carrega sobre a vida de outra pessoa? Isso acontece a partir do momento que lidamos com vidas o tempo todo, seja de pessoas conhecidas ou não, logo é preciso ter um cuidado maior para com o outro.

Carlos Eduardo Soares, psicólogo convidado da Rádio Aparecida, afirma que é preciso ter essa empatia no dia a dia. “Muitas vezes as pessoas estão passando por momentos delicados e é preciso ter uma responsabilidade para saber conduzir conversas e atitudes, de modo que não prejudique aquela pessoa”.

O cuidado no tato de auxiliar quem deseja a ajuda e respeitar a distância de pessoas que não querem é importante. “Na maioria das vezes, somos procurados por quem não tem a atitude de mudança. Cabe a responsabilidade durante essa ajuda, porém muitas pessoas não querem essa ajuda. É preciso entender o limite, até onde podemos ir na vida daquela pessoa”, afirma o psicólogo.

E por fim, há quem utiliza da ajuda para se tornar dependente do outro, trazendo transtornos na vida de quem ajuda. “Ajuda nada mais é do que dar incentivos e caminhos para que o outro consiga sozinho lidar com isso, sem dependências que causam estrago”, conclui.


🔊 Gostou desse podcast? Compartilhe com os amigos!

Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.