Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 04 JUN 2019 - 15H44

Cobrança de taxa por bagagem extra gera falsa expectativa no consumidor, diz IDEC

O presidente Jair Bolsonaro disse que a decisão referente à norma que regulamenta a cobrança de taxa por bagagem despachada só sairá "aos 45 do segundo tempo", o que sinaliza que ainda não está clara a postura que pretende adotar diante deste assunto.

O advogado do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), Christian Printes, afirma que o que motivou a possibilidade de veto pelo Presidente Jair Bolsonaro à norma foi o fato de que ela garante a efetiva defesa do consumidor e de seus direitos. Nos últimos dois anos, os bilhetes aéreos subiram cerca de 60%, então a justificativa para essa cobrança, na verdade, não é legítima. 

O órgão, entretanto, avalia que a liberdade econômica e tarifária das empresas aéreas não pode ser tratada como único fundamento, porque a cobrança de taxas por bagagem despachada cria uma falsa expectativa de melhora na prestação do serviço.

🔊 Gostou desse artigo? Compartilhe com os amigos!

Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias diariamente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...