Notícias

Faça a oração do sertanejo neste 3 de maio

Escrito por Rádio Aparecida

03 MAI 2022 - 09H09 (Atualizada em 03 MAI 2022 - 14H07)

Mehmet Turgut Kirkgoz/Pexels

3 de maio é especial para os ouvintes da Rádio Aparecida, que há quase 60 anos celebram a data significativa para um povo sofrido, mas cheio de 'causos' para contar e uma fé inabalável.

Reze junto a dupla Álvaro & Daniel uma oração criada pelo Geraldo Meirelles, produtor e apresentador de programas sertanejos na rádio e na televisão, como  o "Prelúdio Sertanejo" pela Rádio 9 de Julho na década de 50, e o "Canta Viola", na TV Cultura. Ele também é o criador dos nomes de "Chitãozinho e Xororó":

Oração ao sertanejo

"Deus de minha alma, Pai de minha vida,
Escuta a reza simples e pura de um coração caboclo.
Vivendo dia e noite
entre as maravilhas do céu e as belezas da terra,

Sinto minha vida muito perto de Ti.

Sinto que me vês, sinto que me amas,
sinto que me falas e me proteges.

Guardo bem guardada no fundo do meu coração
a certeza de que estás a meu lado
e a vontade de conversar contigo.

São todas interiores, ó Pai,
as riquezas do filho pobre,
riquezas que Tu me deste
quando me deste os pais que tive ou tenho.

Deixa-me agradecer de coração:
mora nele tudo o que sou e tenho,
mora a fé que Tu me destes
e que procuro defender, procuro aumentar,
mora a esperança que não me larga
em tudo o que faço e padeço,
mora o amor e escondido e forte amor do homem do sertão,
mora a paciência companheira, que me segue pelo dia afora,
e vence comigo as dificuldades de minha vida.

Deus de minha alma, Pai de minha vida, 
Dá-me tudo que preciso,
ensina-me a pedir o que me faz bem,
conserva junto de mim as coisas de minha vida:

a família feliz, a saúde forte, os campos prósperos,
o gado bonito resistente, a casa querida,
a chuva e o tempo, o sol que amadurece o grão,
a lua que prateia o sertão, o vento que refresca,
as cores que alegram, os filhos que prometem tanto, 
a virtude que garante, a fé que ilumina, 
a esperança que leva para frente, 
ano após ano, a vida quieta do caboclo
até chegar a hora de contemplar
Teu rosto solene e amigo.

Ó Pai de minha alma, Deus de minha vida,
d
a vida simples e pura do caboclo do sertão.
Assim seja. 
Amém".

:: Ouça o conto "Caminheiro - Conto Sertanejo"

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias diariamente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...