Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 05 OUT 2020 - 15H34

Governo edita MP que amplia margem de empréstimo para aposentados

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O presidente Jair Bolsonaro assinou medida provisória que eleva, em cinco pontos percentuais, a margem de empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS. Agora, a categoria pode pedir empréstimos consignados comprometendo até 35% do valor do benefício, além de outros 5% para usar cartão de crédito na modalidade saque.

Para mais detalhes, conversamos como o economista, doutor Cassio Faeddo.

- O aumento da margem de empréstimo para aposentados, não pode prejudicar a classe, que vai acabar mais endividada?

- É valida a justificativa do Governo, de que com isso os juros sejam menores?


Dois em cada cinco candidatos declaram não ter nenhum bem nestas eleições

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Um levantamento feito pelo portal G1 com base nas declarações de bens dos candidatos revela que dois em cada cinco (39%), têm o patrimônio zerado nestas eleições. Ou seja, 212.029 concorrentes aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador afirmam não ter nada. Em contrapartida, 12.977 candidatos que dizem ter mais de um milhão de reais em bens, apenas 2% do total.

O percentual de candidatos sem nenhum bem é superior ao das últimas eleições municipais. Em 2016, 36% declararam não ter nada. Já a proporção de milionários se mantém no mesmo patamar.

Dr. Arthur Rollo, advogado e especialista em direito eleitoral analisa conosco os dados do levantamento.

- O fato de o candidato não declarar nenhum bem, sendo que é de conhecimento popular sua condição de vida já não mostra um pouco do caráter do político?

- Os bens declarados influenciam os eleitores, doutor?


Real é a moeda com o pior desempenho no mundo em 2020

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O real é a moeda que mais se desvalorizou em relação ao dólar em 2020. A moeda americana acumula uma alta de 40% comparada à brasileira no ano. De acordo com dados da Reuters, é a maior queda em uma lista com 30 países. Para ter uma ideia, no início do ano, dólar valia cerca de R$ 4,00. Na última quinta, a moeda chegou a custar R$ 5,90.

Quem comenta conosco é o especialista em economia, doutor Pedro Rossi.

- Qual o principal motivo pra tanta desvalorização?

- O que isso traz de consequência?

- O que seria ideal, o dólar equiparado com nossa moeda ou um meio termo?

🔊 Gostou desse podcast? Compartilhe com os amigos e ouça mais conteúdos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias diariamente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...