Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 11 MAI 2020 - 15H59

Em meio a pedidos de adiamento, inscrições do Enem começam hoje

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Começam hoje, as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). As provas estão mantidas para os dias 1º e 8 de novembro. E de acordo com o ministro Abraham Wentraib, a pandemia tem atrapalhado o estudo, mas pra todo mundo.

Para a professora Claudia Constin, especialista em educação, as falas do ministro não condizem com a realidade brasileira que, segundo ela, existe muita desigualdade entre os alunos brasileiros.  A educadora reforçou que é necessário o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio.

As inscrições vão até o dia 22 de maio. Elas poderão ser feitas por meio da página do Enem na internet: enem.inep.gov.br


Começa hoje a última etapa nacional de vacinação contra a gripe 

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Na reta final da campanha de vacinação do Sistema Único de Saúde, o SUS, contra a gripe, que tem início hoje, apenas 36% do público-alvo foi imunizado.

Neste ano, a ação desempenha um papel extra: ela ajuda a proteger contra a doença, que tem sintomas muito parecidos com os da Covid-19, já que um paciente protegido evita a sobrecarga nos hospitais.

Dra. Eliana Bicudo, médica e Assessora da Sociedade Brasileira de Infectologia, detalha como serão divididos os dois momentos desta última etapa:

- Como serão divididos os dois momentos, desta ultima etapa, da campanha de vacinação contra a gripe?

- Apenas 36% do público alvo da campanha foi vacinado até a segunda fase da campanha que se encerrou na sexta. Agora durante esta fase, outros grupos prioritários podem continuar se vacinando também?

- Quais são as recomendações das autoridades da área de saúde para que não haja aglomerações e as pessoas não fiquem mais vulneráveis, neste tempo de pandemia de coronavírus?


Pesquisa revela que brasileiros vão manter consumo reduzido após pandemia de coronavírus 

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O medo de perder o emprego e a intenção de manter reduzido o nível de consumo no cenário pós-coronavírus podem dificultar a retomada da economia. É o que revela uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria, a CNI.

De cada 4 brasileiros, 3 vão manter o a diminuição de gastos, de acordo com o estudo que ouviu 2.005 pessoas em todos os estados do Brasil.

A pesquisa revelou ainda que, de um grupo de 11 bens de consumo, apenas dois terão maior procura durante os três meses após o fim da pandemia: roupas e calçados. Já eletrodomésticos, eletrônicos e móveis, há menos interesse na retomada de consumo.

Renato da Fonseca, gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, fala sobre os reflexos da pandemia na redução de gastos, parte dos brasileiros.

Para o gerente de pesquisa da CNI, para que tudo volte à normalidade, o mais importante é a eficácia das medidas emergências adotadas pelo governo.


:: Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias diariamente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...