Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 14 JAN 2019 - 14H02

Mais de 17% das vagas do Mais Médicos não foram preenchidas

Estado do Amazonas sofre com falta de médicos

shutterstock
shutterstock

O Ministério da Saúde registrou que cerca de 1.500 vagas do programa Mais Médicos ainda não foram preenchidas. O número representa 17,2% do total de postos de trabalho que foram abertos para substituir os médicos cubanos, que encerraram seu contrato com o governo brasileiro em 14 de novembro. No entanto, no Amazonas essa realidade é ainda mais complicada. Mais de 600 mil pessoas estão sem assistência médica, a maioria em locais de difícil acesso.

O presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (COMENS-AM), Januário Neto, afirma que, nos distritos indígenas, a realidade é ainda pior: 70% das vagas ainda não foram preenchidas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.