Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 09 ABR 2020 - 14H32

Mandetta muda as recomendações e sugere uso de máscaras alternativas para toda a população

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mudou a orientação para o uso das máscaras no Brasil: se antes apenas pessoas com sintomas, cuidadores e profissionais de saúde eram instruídos a utilizar este Equipamento de Proteção Individual (EPI), agora, a recomendação é de que toda a população passe a utilizá-las como forma de diminuir a transmissão da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Dr. Jean Gorainstain, infectologista do Hospital Emilio Ribas de SP, fala sobre a mudança:

- Por que houve essa mudança nas recomendações e qual é a eficácia da máscara?

- O ministro Mandetta orientou o uso das máscaras caseiras, confeccionadas com tecido. Elas também protegem?

- Como deve ser essa máscara? Qual o melhor material / tecido?

- Como deve ser a utilização e o descarte desse equipamento?


Presidente Bolsonaro e Ministro da Saúde se reuniram a portas fechadas

Isac Nóbrega/PR
Isac Nóbrega/PR


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, num encontro que já constava na agenda oficial do chefe do Executivo.

A assessoria do Planalto foi questionada sobre o tema tratado entre eles, porém, não divulgou as informações. Mandetta, ao sair da reunião, não falou com a imprensa.

A reunião entre Bolsonaro e o Ministro da Saúde aconteceu a portas fechadas e ocorre dias depois do presidente ameaçar demiti-lo. Vale lembrar que, ambos entraram em conflitos em razão da condução da crise do novo coronavírus.

Paulo Silvino, cientista política e sociólogo analisa sobre a reunião e o que ela pode representar neste momento que o país enfrenta devido a pandemia.

Um dos pontos de conflitos entre o presidente e o ministro vem sendo o uso da cloroquina. Bolsonaro sinaliza o desejo de liberação e o ministro, como técnico, tem suas restrições e cuidados pautados na ciência médica. O cientista político comenta também esta divergência e diz que na verdade ela vai muito além.

Aliados do ministro Mandetta, ressaltaram que, além de todo o trabalho no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, ele ainda precisa atuar no campo diplomático para "apagar incêndios" com o governo da China, após tensão entre o governo e o país asiático. O sociólogo e cientista político destacou a contribuição do ministro em relação a este outro ponto de tensão.

Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias diariamente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...