Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 02 JUL 2020 - 14H36

Novo vírus da gripe encontrado na China tem potencial pandêmico

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Enquanto o mundo ainda enfrenta a pandemia do novo coronavírus, com mais de 10 milhões de casos, agora, uma nova cepa do vírus da gripe, o influenza, foi identificada por um grupo de cientistas chineses em porcos.

Por enquanto, os pesquisadores tentam entender melhor a descoberta e impedir que o vírus sofra mutações ainda maiores. A preocupação é a possibilidade de infecção e transmissão de pessoa para pessoa e o desencadeamento de mais uma pandemia, como esclarece o epidemiologista, Doutor André Feitas.

Para o especialista, o momento agora é de acompanhar a evolução do vírus devido ao seu potencial de transmissão de pessoa pra pessoa.

- Esta nova descoberta chega em plena pandemia da Covid-19, que contabiliza mais de 10 milhões de infectados. É momento de mais uma grande preocupação, ou por ser uma variação do influenza, a situação não teria a mesma gravidade?

Após aprovação no Senado, Bolsonaro diz que pode vetar projeto de combate a fake news

Henryk Ditze/ Shutterstock
Henryk Ditze/ Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Senado aprovou por 44 votos a 32, o texto base, com medidas relacionadas à disseminação de conteúdo falso na internet, as chamadas "fake news". Os parlamentares também analisaram e rejeitaram dois destaques no projeto.

A proposta que cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet foi apresentada pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). A versão aprovada foi proposta pelo relator, senador Angelo Coronel (PSD-BA), que afirmou que o seu relatório visa combater principalmente o anonimato, que é, para ele, um artifício utilizado para crimes nas redes sociais e nos serviços de mensagem.

Entre outras medidas, a proposta exige o cadastro do CPF na compra de um chip de celular. As redes poderão pedir a identificação do usuário mediante ordem judicial, no caso de denúncia ou de suspeita da existência de conta inautêntica ou automatizada. Mas o projeto causou divergência, já que alguns senadores acreditam que o texto pode ferir a liberdade de expressão da população.

Entre os contrários, o senador Plínio Valério, do PSDB do Amazonas, que criticou a votação do projeto e afirmou que eram necessários mais debates sobre o assunto. O senador Major Olímpio teme que a proposta interfira nos investimentos na área de tecnologia.

Para o especialista em direito eleitoral, doutor Danilo Pardi, a medida tem seus pontos positivos, mas algumas restrições são inviáveis, para muitas plataformas. O especialista discorda de alguns parlamentares, que acreditam que a medida fere o direito à livre expressão do brasileiro.

Em linhas gerais, o projeto prevê: rastreamento de mensagens reencaminhadas em aplicativos de conversa, que provedores de redes sociais tenham sede no Brasil e regras para impulsionamento e propaganda nas redes sociais. O texto agora segue para a Câmara dos Deputados.

Governo estuda nome para Ministério da Educação, o quarto em um ano e meio 

Agência Brasil
Agência Brasil

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

Plágio na dissertação de mestrado da Fundação Getúlio Vargas (FGV), declaração de um título de doutorado na Argentina que não teria obtido, pós-doutorado na Alemanha não realizado e o fato de não ser professor efetivo como afirmava. Tudo isso em menos de uma semana. Por essas e outras, que o ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, entregou a carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro.

Para educadores e especialistas, a medida preocupa, principalmente porque entre os reflexos da pandemia do novo coronavírus, está o ano letivo prejudicado e tido por muitos como perdido.

Claudia Costin, especialista em educação, afirma que é preciso que o Governo escolha alguém que tenha ligação com a administração educacional e saiba coordenar a pasta em momentos de crise. Segundo ela, quando foi anunciado, houve um sinal de esperança, já que Decotelli mostrava-se técnico, até que as denúncias surgiram.

Opinião semelhante à do educador Renato Casagrande. Segundo ele, a principio houve uma certa esperança de melhora, já que o perfil de Carlos Alberto Decotelli não era ideológico como de seu antecessor, Abraham Weintraub.

Educação: medida provisória aprovada

E em meio à crise no Ministério, que até agora não tem um comando, a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base de uma medida provisória que estabelece "normas excepcionais" para os sistemas de ensino devido às medidas de enfrentamento da pandemia do coronavírus. Entre essas normas, estão a flexibilização dos dias letivos e a antecipação da formatura para cursos de graduação da área de saúde. Claudia Costin, acredita que a medida se faz necessária, já que 2020 é um ano letivo totalmente atípico devido à pandemia.

O professor Renato também analisou positivamente a iniciativa, mas acredita que a medida está atrasada, e o poder publico precisa debater outras questões também importantes para dar sequência no processo educacional brasileiro.

Entre as mudanças aprovada pela Câmara também está incluída, determinação de que a data do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) seja definida em articulação com os sistemas estaduais de ensino. Essa alteração não estava prevista no texto enviado pelo executivo. Já sobre o ministro da educação, o Governo ainda avalia um possível nome para pasta.

:: Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.