Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 09 ABR 2020 - 16H00

Padre Zezinho comenta sentimentos de Jesus na Ceia e Paixão

shutterstock
shutterstock

A Quinta-feira e Sexta-Feira Santa trazem diferentes sensações e ações de Jesus perante as situações. “Jesus experimentou dois cálices distintos", diz Padre Zezinho.

Leia MaisO que é a Celebração da Ceia do Senhor?

"Na Quinta-Feira, foi o Cálice da partilha e, na Sexta-Feira, o fel do medo e sofrimento”, afirma o padre, em catequese do quadro “Viver como Jesus viveu”.

Ele se refere ao momento da Santa Ceia com a instituição da Eucaristia e do sacerdócio, em que Jesus diz “Isto é meu Corpo, isto é meu Sangue” (Mc 14,12-16.22-26), que a Igreja celebra na Celebração da Ceia do Senhor como um momento de partilha.

Já na Cruz, de que se faz memória na Sexta-Feira Santa, Jesus recusa a esponja embebida em fel para assumir o sofrimento plenamente. “Tudo está consumado” (Jo 19, 30).


🔊 Gostou desse podcast? Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.