Por Redação A12 Em Notícias Atualizada em 08 FEV 2018 - 11H14

Papa fala de tráfico humano e recorda Santa Bakhita



Papa Francisco recordou a memória litúrgica da Santa Josefina Bakhita, no dia 8 de fevereiro, em que se celebra também o Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico Humano.

O tema deste ano é “Migração sem Tráfico. Sim à liberdade! Não ao Tráfico!”.

Diante das poucas possibilidades de canais regulares, afirmou o Papa na Audiência, muitos migrantes decidem aventurar-se por outras vias, onde com frequência os aguardam abusos de todo tipo, exploração e escravidão.

As organizações criminosas, que se dedicam ao tráfico de pessoas, usam essas rotas migratórias para esconder as próprias vítimas entre os migrantes e os refugiados.

“Portanto, convido todos, cidadãos e instituições, a unir as forças para prevenir o tráfico e garantir proteção e assistência às vítimas. Rezemos para que o Senhor converta o coração dos traficantes - que palavra feia 'traficante de pessoa' - e dê esperança de reconquistar a liberdade a quem sofre por esta chaga vergonhosa.”

Santa Josefina Bakhita nasceu 1869 em Darfur, no Sudão. Mais conhecida como "Mãe Moretta" (nossa Mãe Morena), carregou 144 cicatrizes físicas ao longo de sua vida, que foram recebidas depois que ela foi sequestrada aos nove anos e vendida como escrava. Ela morreu em 8 de fevereiro de 1947 na Itália. Foi canonizada por S. João Paulo II em 1º de outubro de 2000. O Papa relembra a memória da Santa. Veja detalhes no Boletim da Vatican News.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.