Por Rafael Camargo Em Notícias

Plantas estudadas pela Nasa

 

De acordo com uma pesquisa da Nasa, existem algumas plantas que são capazes de auxiliar na purificação do ar que você respira. Vamos conhecê-las?

 

Aloe Vera

Planta suculenta que precisa de muito de sol e pouca água, também chamada de Babosa. Pode ser cultivada em um vaso na varanda ou no interior da casa. É utilizada na medicina popular e devido aos componentes químicos, é melhor manter longe de crianças e animais.

 

Espada-de-São-Jorge

De origem africana, não exige muitos cuidados e sobrevive a quase todas as temperaturas climáticas, variando sempre de -5ºC a 40Cº. Tem a capacidade de eliminar substâncias nocivas como xileno, benzeno, toluente, tricloroetileno e formaleído.

 

Jiboia

Além de bastante popular, a jiboia é também muito resistente. Esta planta se adapta fácil a temperaturas que variam de 17ºC a 30ºC. Combate poluentes como benzeno, xileno, formaleído e apenas requer água quando o solo fica seco.

 

Lírio da Paz

Além de belo, tem a capacidade de eliminar os cinco poluentes estudados pela Nasa: xileno, benzeno, tricloroetileno, formaleído e amoníaco. O mesmo se desenvolve em temperaturas acima dos 18ºC e pode ser cultivado em locais com pouca luz.

 

Palmeira-dama

De acordo com a Nasa, a mesma tem a capacidade de eliminar poluentes como o amoníaco, xileno e o formaleído. É cultivada em temperatura média e sem luz direta.

 

Árvore-da-borracha

Dotada de um elevado nível de transpiração, esta planta é capaz de eliminar poluentes como toluente, benzeno, xileno, tricloroetileno e formaleído, além da umidade do ar. A mesma tem como uma das principais características o seu rápido crescimento.

 

 

Fonte: Remédio Caseiro.com

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rafael Camargo, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.