Espiritualidade

A importância de nos rendermos verdadeiramente ao Senhor

“Bendito o homem que confia em Javé e cuja confiança é Javé” (Jeremias 17, 7)

Escrito por Isabela Araujo

21 SET 2022 - 15H03 (Atualizada em 22 SET 2022 - 07H58)

Shutterstock/ Jacob_09

Leia MaisAs árvores fazem parte do projeto de paz, beleza e plenitudeHoje tem início a Novena aos Santos ArcanjosO conselho mais repetido na Bíblia pode te acalmar neste momentoQuando falamos sobre nos render ao Senhor, não é apenas em acreditar que o melhor acontecerá e confiar nesta verdade, mas compreender e aceitar que, independentemente do que aconteça, esta será a vontade de Deus. A rendição a Ele consiste em sempre adorar e bendizer o Seu nome e as Suas ações em nossa vida.

“Em todas as ocasiões dai graças a Deus. Esta é a vontade de Deus a respeito de vós em Cristo Jesus.” (I Tessalonicenses 5,18).

Para Luiz Carlos Guimarães, consagrado e cofundador da Comunidade Civilização do Amor, nos render às vontades de Deus é a melhor opção, pois a Sua vontade é mais sábia do que a nossa.

Deus é o princípio e o fim de todas as coisas; tudo foi feito por Ele e para Ele, e tudo o que há não seria se não fosse a vontade Divina. Nele está a verdade e a realidade. Enfim, Deus é o dono do ser e do existir. Uma vez sendo cristãos, somos chamados a uma família onde o Pai é o nosso Deus. E é a Ele mesmo que devemos nos render, pois assim como um pai é chamado à provisão humana, o Pai celestial é nossa provisão humana e espiritual. Sabendo disso, cabe nos rendermos Àquele que tudo pode em nós”, explica Luiz sobre a importância de termos nossa vida em Deus.

ZoneCreative/ Shutterstock
ZoneCreative/ Shutterstock


O fato é que nada está sob o nosso controle e nada adiantar lutar contra o que já foi predestinado pelo Pai. Sempre podemos melhorar, evoluir, crescer, mudar, mas se algo estiver acima de nós, nada poderá ser feito.

Luiz Carlos compreendeu essa verdade em um momento difícil da sua vida, quando seu pai ficou doente. Foi em meio a dor e a dificuldade que a rendição de sua vida a Deus se tornou real.

“Um dia, estava com meu pai na UTI e lá [...] percebia que Deus estava me pedindo meu pai, e uma vez a vontade Dele sendo esta, nenhuma força humana poderia frear, os médicos não tinham solução e muito menos eu e minha família. Bom, com isso, fui orar e a imagem que me veio à cabeça foi de um peso de uma tonelada caindo sobre mim e eu estava com as mão para cima, como se com minha força humana eu pudesse segurar tal peso. Com isso, o Senhor me dizia que não adiantava eu querer outra coisa que não Seu querer. Não adianta levantar a mão. Foi assim que mesmo em meio à dor me configurei à vontade divina, entregando assim meu pai nas mãos do Senhor. Foi um momento de rendição e aprendizado que a vontade divina é mais bela que a vontade humana”, compartilha.

Que sempre possamos compreender, aceitar e agradecer a vontade de Deus em nossas vidas, pois confiando em Seu caminho não haverá espaço para tristezas, remorsos e quaisquer que sejam os sentimentos negativos, uma vez que estaremos amparados em um Deus de amor.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Isabela Araujo, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.