Espiritualidade

O que é a gratidão de que os coaches tanto falam?

Dante Aragón (Arquivo Pessoal)

Escrito por Dante Aragón

14 JAN 2021 - 15H00 (Atualizada em 15 JAN 2021 - 14H16)

Shutterstock gratidao (Shutterstock)

Coaching é um processo definido como um acordo entre o coach (profissional) e o coachee (cliente) para atingir um objetivo desejado pelo cliente, onde o coach apoia o cliente na busca da realização deste objetivo, ou seja: as diversas metas que, somadas, levam o coachee ao encontro do seu desejo maior, estabelecido dentro do processo de coaching. Sabemos, também, que as pessoas que procuram o coaching se importam com os resultados.

Leia MaisComo saber a hora dar fim a um relacionamento?Eu avalio que os coaches simplesmente apontam para a finalidade e o bem-estar, e veem a gratidão como um meio para esse fim. De fato, em parte, isso não seria totalmente ruim, mas por outro lado desvirtuaria a virtude. A questão é que o ato de ser grato traz em si uma satisfação, mas mesmo que essa satisfação não viesse não se tiraria a beleza do ato de ser grato.

No ato de ser grato, quando por exemplo agradeço por um bem que me aconteceu, estou me dirigindo para além de mim mesmo e, com isso, de alguma forma, me autotranscendendo. No ato de gratidão me relaciono com um valor e, com isso, há um eco interior que me leva à experiência de felicidade (bem-estar).

O risco do coach é que, em se limitando à busca da própria satisfação, apenas se contribua, na realidade, para a permanência na imanência (o fechar-se em si mesmo): agradeço não pelo bem, mas porque quero me sentir bem.

Penso que a gratidão é algo muito mais profundo e metafisico e pode ser considerada uma virtude. Assim, não podemos instrumentalizá-la como um mero meio para atingir um bem-estar meramente emocional ou psicológico. Na profundidade do nosso ser, devemos ser gratos a Deus, e a partir daí, identificamos as diversas situações ou oportunidades que Ele nos outorga para vivermos sempre com gratidão, até nos momentos difíceis ou chamados “não gratos”.

Termino lembrando um texto de um autor contemporâneo, Amedeu Cencini: “É possível integrar o passado, inclusive quando foi dramático e traumático, é possível dar sentido ao que parece não tê-lo... e inclusive expressar gratidão por quem foi mediador, ainda que sem saber, de um plano de salvação e de amor.”

Escrito por
Dante Aragón (Arquivo Pessoal)
Dante Aragón

Dante Aragón, nasceu no Perú, é administrador, mestre em psicologia, especialista em antropologia cristã e participa do Movimento de Vida Cristã em Petrópolis (RJ), desde 2003

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.