Por Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R Em Histórias de Vida

O rei sedentário

Era uma vez um rei que levava uma vida muito sedentária. Do trono ia para a mesa, da mesa para a cama e da cama para o trono. Esse círculo não se rompia. Não tinha vontade para nada. Queixava-se de digestão difícil, moleza no corpo, dor de cabeça etc. Mandou vir os melhores médicos, que receitaram os melhores remédios, e nada adiantava.

Um dia, passou por lá um homem de certa idade, de aparência modesta, que se ofereceu para curar o rei. Este aceitou.

O homem deu-lhe um saquinho cheio de areia, com a seguinte recomendação:

- Este saquinho contém areia medicinal e outras substâncias curativas. Vossa Majestade deve jogar o saquinho para cima, ao ar livre, e sustentá-lo no ar o máximo de tempo que puder, sem deixá-lo cair no chão. Se cair, ele perderá um pouco de sua força curativa. Assim fazendo, dentro de poucas semanas estará curado.

O rei tentou mais esse recurso inédito. Com muito custo, levantou-se da cama, vestiu uma roupa mais leve e começou a brincadeira. No início, não foi fácil. Os membros do corpo estavam enferrujados. A gordura havia tomado conta dele. Mas persistiu nos exercícios. Houve até quem pensasse que o rei tinha enlouquecido.

Duas semanas depois, era outra pessoa: Mais saudável, risonho, leve para andar... Qual foi o segredo: Vida ao ar livre e exercício físico.

“Comerás o pão com o suor do teu rosto” (Gn 3,19). Jesus disse: “Meu Pai trabalha sempre e eu também trabalho” (Jo 5,17). “Quem não quer trabalhar também não coma” (2Ts 3,10).

(Fonte: Pe. Clóvis de Jesus Bovo)

Escrito por
Padre Antônio Queiróz dos Santos (Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R)
Pe. Antônio Queiroz, C.Ss.R

Mais conhecido como Padre Queiróz (in memoriam) recolheu ao longo de seu ministério centenas de histórias que falam de forma simples e popular da fé e das realidades do povo de Deus.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Queiróz, em Histórias de Vida

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.