Por *Eduardo Gois Em Igreja Atualizada em 06 DEZ 2018 - 08H58

Arquidiocese de Aparecida celebra 60 anos. Veja curiosidades

No dia 08 de dezembro de 2017, a Arquidiocese de Aparecida abriu oficialmente as comemorações para o Jubileu de 60 anos, comemorado ao longo de 2018. 

Durante todo o ano, têm sido celebradas diversas comemorações, formação pastoral, gincana para a juventude, entre outras atividades.

Conhecida em todo o país pela grandiosidade do Santuário Nacional de Aparecida, a arquidiocese reserva algumas curiosidades. Para aqueles que ainda não a conhecem em sua totalidade, listamos algumas.

Já fomos território até mesmo da Bahia

CDM - Santuário Nacional
CDM - Santuário Nacional


É difícil de acreditar nos dias de hoje, mas ao longo da história do Brasil, uma série de atos e documentos foram criando e organizando a estrutura da Igreja no Brasil. As cidades que hoje compõem a Arquidiocese de Aparecida, fizeram parte, sucessivamente, de diversas dioceses: São Salvador da Bahia, São Sebastião do Rio de Janeiro, São Paulo e Taubaté.

No dia 29 de novembro de 1958, o Papa João XXIII nomeou o Cardeal Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta como administrador apostólico da nova arquidiocese, tomando posse no dia 8 de dezembro de 1958, dia em que a arquidiocese foi instalada. Em abril de 1964, ele foi nomeado o primeiro Arcebispo de Aparecida, ficando no cargo até 1982.

Já passaram por Aparecida cinco arcebispos e dois bispos auxiliares

Thiago Leon
Thiago Leon


Em 1978, Dom Geraldo Maria de Morais Penido foi nomeado Arcebispo Coadjutor, com direito a sucessão. Em 1982, com a morte de Dom Carmelo, o Papa Paulo VI nomeou Dom Geraldo para o cargo de Arcebispo, governando a Arquidiocese até o ano de 1995.

Dirigente da construção do Santuário Nacional de Aparecida, Dom Antônio Ferreira de Macedo levou a verdadeira imagem de Nossa Senhora Aparecida em peregrinação por mais de 1300 localidades brasileiras.

Com a renúncia de Dom Geraldo em 1995, assumiu o cargo no mesmo ano Dom Aloísio Cardeal Lorscheider, nomeado pelo Papa João Paulo II, permanecendo na arquidiocese até janeiro de 2004.

No dia 25 de março de 2004, Dom Raymundo Damasceno Assis, transferido da Arquidiocese de Brasília, toma posse como Arcebispo de Aparecida. Ele ficou no cargo até 16 de novembro de 2016, quando o Papa Francisco aceitou seu pedido de renúncia.

Dom Darci José foi ecônomo e reitor do Santuário Nacional de Aparecida. No dia 14 de novembro de 2012, o Papa Bento XVI nomeou-o Bispo auxiliar da Arquidiocese. Atualmente ele é bispo de Diamantina (MG).

Em 21 de janeiro de 2017, Dom Orlando Brandes, transferido da Arquidiocese de Londrina (PR), tomou posse como novo Arcebispo da Arquidiocese de Aparecida.

Temos dois Santuários

Eduardo Gois/A12
Eduardo Gois/A12

Não é só o Santuário de Aparecida que faz parte da arquidiocese. O Santuário de Frei Galvão também recebe peregrinos de todo o Brasil. A devoção ao primeiro santo brasileiro é crescente.

Apenas cinco municípios fazem parte do território

Santas Missões Redentoristas
Santas Missões Redentoristas

Apesar de toda a grandiosidade e alto número de ações e atividades, fazem parte da área que abrange a Arquidiocese de Aparecida, apenas cinco municípios: Aparecida, Guaratinguetá, Lagoinha, Roseira e Potim.

Papas da atualidade estiveram no Seminário Bom Jesus

Reprodução
Reprodução


Todos os papas da atualidade, São João Paulo II, Bento XVI e Francisco, passaram pelo Seminário Bom Jesus, onde funciona a Cúria Diocesana. Cada um trouxe consigo uma missão diferente, mas deixaram a sua marca por ali. 

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por *Eduardo Gois, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.