Igreja

Como escutar com amor e ouvir com o coração?

Escrito por Lais Silva

24 FEV 2022 - 14H12 (Atualizada em 28 FEV 2022 - 09H16)

Lookstudio - Freepik

A Campanha da Fraternidade deste ano nos convida a refletir sobre Fraternidade e Educação, e seu lema “Fala com sabedoria e escuta com amor” levanta a questão: “Como escutar com amor e ouvir com o coração?”.

O Pe. Patricky Samuel Batista, assessor da Campanha da Fraternidade, aprofundou essa questão, em entrevista ao Portal A12.

“Na imagem do coração temos o centro de todas as decisões mais profundas da pessoa. Para escutar com o coração é preciso recordar que temos um coração”, afirmou.

É bonito dizer que escuta e ajuda o próximo, mas por muitas vezes não se colocar no “lugar do próximo”, atrapalha no ato de escutar com amor. Ajudar o irmão em conflito é um ato de escutar com o coração.

“Parece óbvio, mas as vezes vivemos como se não tivéssemos um sinal da ausência e da indiferença que fere a fraternidade e nos afasta de um dos convites que o Senhor nos faz: Vós sois todos irmãos", explicou.

Jesus escutou e agiu com o coração, quando se deparou com a mulher adultera em que estava prestes a ser apedrejada. No Evangelho, essa é a única vez que em Jesus aparece escrevendo, isso demonstra a sabedoria de educar naquele momento em que foi exigido agir com o coração.

“Assim, consciente de que em nós habita um coração desejoso de ser semelhante ao de Cristo, escutar com o coração em vista de um saudável discernimento e comprometimento para agir, supõe atenção sincera e dedicada ao outro”, ressaltou.

O cartaz da Campanha deste ano apresenta a mulher adúltera curvada diante de Cristo, enquanto Ele escreve algo no chão. Não é possível saber o que Ele escreveu, mas relacionando com o tema da campanha, o autor da imagem fez uma releitura da cena com uma possível frase escrita: “amor e sabedoria”, retiradas do tema: “Fala com sabedoria, ensina com amor.”

Em outros pontos do pôster é possível identificar detalhes que encaminham para uma forte reflexão sobre o tema.

“Falar com amor não é desabafar, acusar, menosprezar, ser preconceituoso. Falar com amor também não é falar o que o outro espera. Por detrás de cada fala existe uma ideia, um modo de crer. Falar com amor é, antes de tudo, cultivar o amor no coração, pois, 'a boca fala daquilo que está no coração'. Assim diz a sabedora popular, grande mestra da vida! A grande contribuição da fé cristã para a educação integral, hoje, talvez seja captada no cartaz: educar é abandonar as pedras que trazemos em punho para apedrejar sem ouvir, agir por impulso, deixar-se levar pelo calor de tantas inverdades que são apresentadas como se partissem do Evangelho, explicou.

O que temos aprendido do Evangelho?

O Evangelho fala sobre o amor e a verdade de Deus e traz ensinamentos sobre como ser mais parecido com Jesus. E para isso, é necessário pensar e agir como Ele.

“É preciso ter cuidado para não orientar os ouvidos somente para os sons que nos interessam. É no cultivo de uma escuta integral que temos a possibilidade de avançar na direção correta. É também urgente transformar essa escuta em caminho e toda nossa indignação quanto aquilo que fere o Evangelho em serviço de amor e cuidado ao próximo. Talvez aqui o lema deste ano seja a grande inspiração. Falar com sabedoria, ensinar com amor é, na verdade, o estilo de vida daqueles que aprenderam de Jesus, que é manso e humilde de coração", explicou.

Sabedoria e amor são duas palavras que servem como orientação para o discernimento de qualquer situação. Pe. Patricky, encerra falando sobre como Cristo educa com amor e sobre o compromisso de servir como Jesus.

“Muitas vezes, fala com sabedoria quem é amigo do silêncio, mas não fecha os olhos diante de tantas situações que clamam a presença daqueles que pertencem a Cristo. Ensina com amor, quem do amor vive! Eis a experiência que fazemos com Cristo: ele nos educa no amor e por isso reconduz a vida: “Vai e não peques mais”. Viver e servir como fez Jesus, eis o compromisso. Falar com sabedoria, ensinar com amor, servir com delicadeza e ternura”, finalizou.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lais Silva, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.