Por Valquíria Vieira Em Igreja

Como falar de morte com as crianças?

luto_criancasCom a proximidade do Dia de Finados, na próxima segunda-feira (02), as visitas aos cemitérios aumentam, em memória aos falecidos.

O A12.com conversou com o psicólogo Gabriel Carvalho Franco, professor universitário da área de psicologia, que explicou como é importante falar com sinceridade com as crianças sobre a morte.

Gabriel apontou dois equívocos que os adultos cometem quando na hora de falar sobre morte para as crianças, esconder e infantilizar a notícia de morte. 

O psicólogo falou também que o contexto da morte deve ser inserido no conhecimento das crianças desde bem pequenas, mesmo que seja a morte de um animal de estimação ou uma plantinha.

Na conversa sobre como falar de morte para as crianças, Gabriel falou ainda que a partir dos 3 ou 4 anos a criança já começa a compreender que a morte é algo irreversível e que em caso de perda de algum ente querido, duas coisas são mutio importantes para os pequenos, respeitar o tempo e dar amor.

 
 
 
2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Valquíria Vieira, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.