Por Redação A12 Em Igreja

Exposição "Visões do Sagrado" traz objetos religiosos do século 18

exposicao_visoes_sagradoA exposição “Visões do Sagrado – Arte Sacra na Diocese de Limeira”, apresenta ao público uma pequena parte do rico acervo de obras de arte sacra dispersa pelo território da Diocese de Limeira. Localizada no Espaço Cultural Engep, em Limeira, desde o dia 19 de março, a mostra traz peças do século 18 aos dias atuais.

Além do conjunto de esculturas em barro, madeira e gesso, serão também apresentadas aos visitantes obras em prataria e diversos tipos de metais que serviam ao culto, como cálices, turíbulos, ostensórios e relicários, e antigas vestes utilizadas pelos sacerdotes católicos até antes do Concílio Vaticano II. São destaques as imagens de Nossa Senhora da Dores e um crucifixo de banqueta, do início do século XIX em madeira entalhada, que teriam pertencido à primitiva capela que deu origem à cidade de Limeira em 1826.

De acordo com o curador da exposição João Paulo Berto, o estudo que deu origem à mostra é fruto de um amplo trabalho de inventário dos bens culturais diocesanos iniciado este ano.

“No campo das artes, aquela produzida no âmbito religioso é uma das mais importantes, em especial pela sua diversidade. Assim, a partir das peças expostas, procuramos mostrar que, além do culto, estes itens nos ajudam a entender melhor a história, a arte e a cultura das comunidades”, afirma Berto. Desta forma, ressalta que a mostra é voltada ao público em geral e não apenas àqueles de formação religiosa.

“Visões do Sagrado” integra a programação dedicada ao ano jubilar de aniversário da diocese, que em 26 de junho próximo, completará 40 anos de criação e instalação. Em quatro décadas de história, a Diocese de Limeira conta atualmente com 86 paróquias e quase 400 comunidades que guardam um rico acervo de imagens e paramentos.  

Para o bispo diocesano de Limeira Dom Vilson Dias de Oliveira, a exposição “é um marco na história da diocese”, sendo um ponto de partida para a criação do Museu de Arte Sacra da Diocese de Limeira, projeto que está em andamento e deve se concretizar em breve. Dom Vilson destaca, também, que só foi possível a realização da exposição graças a parceria com o Instituto Sociocultural “Cássio de Freitas Levy” e com o Espaço Cultural Engep, que acreditaram e abraçaram o projeto. 

Com direção executiva de Ivo Marreiro, curadoria de João Paulo Berto e curadoria associada de Ana Cláudia Cermaria e Marco Antônio Erbeta, a mostra ficará aberta até o dia 02 de julho, de segunda a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados e domingos, das 9h às 13h, com entrada gratuita. Para mais informações e agendamentos de visitas, entrar em contato pelo telefone (19) 99458-8104, em horário comercial.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.