Por Marília Ribeiro Em Igreja

Gratidão: exercício diário de afeto e sinceridade

gratidão

Gratidão é encontro, é reconhecer que Deus é vida e ele me faz viver. (Pe. Ferdinando Mancilho)

Ser grato é aprender a reconhecer o dom da vida que é dada por Deus a cada um de nós. Diante de um momento social e político bastante turbulento, há quem titubeie em praticar e viver esse ato. No entanto, mesmo diante de tantas dificuldades são inúmeros os motivos pelos quais devemos ser gratos.

O missionário redentorista padre Ferdinando Mancílio explica que a gratidão deve passar de pai para filho. “Os pais devem ter a gratidão no coração para passar para os filhos...Mas como? falando ao coração deles, através do diálogo, mostrando a realidade da vida.”

Uma atitude importante para ensinar a gratidão aos filhos é o dizer ‘não’.  Padre Ferdinando é firme ao dizer que os pais não podem ter medo. “É fundamental os pais também dizerem 'não' para os filhos, pois isso educa a criança para a convivência e para que ela abra os olhos para outras realidades e assim ser grato por aquilo que tem”.

Leia Mais

O Papa Francisco em sua catequese do dia 13 de maio fala da educação e coloca três palavras importantes para a vida humana e de fé, são elas as palavras licença, obrigado e desculpa. Sobre a palavra ‘obrigado’ o Pontífice citou a gratidão como atitude importante para um cristão se relacionar bem com Deus. "Sejamos intransigentes na educação à gratidão: a dignidade da pessoa e a justiça social passam por aqui. Se a vida familiar subestima este estilo, a vida social também o perderá. A gratidão, para quem crê, está no coração da fé: um cristão que não sabe agradecer é alguém que esqueceu a linguagem de Deus", repetiu duas vezes.”

Padre Ferdinando pontua alguns ensinamentos, fundamentados na fé, para que a gratidão aconteça, citando o grande sentido da vida, a vivência da fé e o relacionamento humano.

 

Ainda sobre o relacionamento humano, padre Ferdinando sublinha a necessidade de cultivar o afeto e a sinceridade.   O papa Francisco já colocou em um de seus discursos: “É preciso saber dizer 'obrigado' para caminhar juntos”.  Discurso no dia 14 de fevereiro de 2014, Praça de São Pedro, Vaticano.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.