Por Redação A12 Em Igreja

Grito dos Excluídos completa 22 anos de realização com o apoio da CNBB

O Grito dos Excluídos 2016, realizado todo ano na Semana da Pátria e mais intensamente no dia 07 de setembro, completa 22 anos de realização, com origem em uma Campanha da Fraternidade, esse momento de mostrar os anseios da sociedade, conta com o apoio da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

:: 22º Grito dos Excluídos já está sendo preparado
:: Em Aparecida, dia 07 de Setembro recebe Romaria dos Trabalhadores

Em carta de apoio ao Grito, o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz, Dom Guilherme Werlang afirmou que o Grito dos Excluídos é um canal de diálogo permanente com a sociedade eu que ultrapassa os acontecimentos da Semana da Pátria.cartaz_grito_444x600

“O Grito dos/as Excluídos/as não se limita ao sete de setembro. Vai além. Em preparação ao evento são promovidos debates, seminários, fóruns temáticos e conferências envolvendo entidades, instituições, movimentos e organizações da sociedade civil fortalecendo as legítimas reivindicações sociais e reforçando a presença solidária da Igreja junto aos mais vulneráveis,sintonizando-a aos seus anseios e possibilitando a construção de uma sociedade mais justa e solidária”.

Em 2016 o 22] Grito dos/as Excluídos/as tem como lema “Este sistema é insuportável: exclui, degrada, mata”. O lema inspira-se no discurso do Papa Francisco durante o IIo Encontro Mundial com os Movimentos Populares, ocorrido na Bolívia, em 2015.

Confira a carta na íntegra:

carta_apoio_ao_grito_2016

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.