Igreja

O que é um Núncio Apostólico na Igreja Católica?

Fr. Adenilson Santos Junior C.Ss.R. (Arquivo Pessoal)

Escrito por Fr. Adenilson Santos Junior, C.Ss.R.

05 ABR 2021 - 15H03 (Atualizada em 05 ABR 2021 - 15H21)

Vatican Media papa-francisco-giambatistta-diquattro-nuncio (Vatican Media)

No final do ano de 2020, o Papa Francisco nomeou para a Igreja no Brasil o seu novo Núncio Apostólico. Mas, afinal, o que é um Núncio Apostólico?

Pois bem. A Igreja Católica, dentro de seus vários organismos e membros da hierarquia, possui esta figura, que tem sua importância. No ano de 2007, o Papa Emérito Bento XVI, em seu discurso para os Núncios Apostólicos da América Latina, deixou explicito quem eles são e quais os seus respectivos papéis na igreja e na sociedade:

“Cada Núncio Apostólico é chamado a consolidar os vínculos de comunhão entre as Igrejas particulares e o Sucessor de Pedro. A ele é confiada a responsabilidade de promover, juntamente com os pastores e com todo o Povo de Deus, o diálogo e a colaboração com a sociedade civil, para realizar o bem comum. Os representantes Pontifícios constituem a presença do Papa que, através deles, se torna próximo de quantos ele não pode encontrar pessoalmente...”.

Tal definição se encontra também no Código de Direito Canônico (Cânones 362 – 367).

Portanto, o Núncio Apostólico é o Representante do Papa, uma espécie de embaixador da Santa Sé. Tem como missão efetivar vínculos e tornar eficaz o diálogo e a proximidade das Dioceses e Bispos com o santo padre o Papa, e não somente isto: a pessoa do Núncio deve promover e estimular o diálogo e relações entre a Santa Sé e as autoridades do País ao qual ele corresponde. Assim, relacionado ao diálogo com o Estado, o Núncio exerce a função de diplomata, como a maioria dos embaixadores exercem nos países onde cumprem suas funções.

Leia MaisPapa nomeia novo Núncio Apostólico para o BrasilPapa Francisco "puxa a orelha" de núncios apostólicos Como já citado, o atual Núncio Apostólico do Brasil foi nomeado pelo Papa Francisco no dia 29 de agosto de 2020. Dom Gianbattista Diquattro, 68, de origem italiana, é arcebispo, diplomata, teólogo e canonista. Foi ordenado sacerdote em 1981, é mestre em Direito Civil pela Universidade de Catânia, e doutor em Direito Canônico pela Pontifícia Universidade Lateranense de Roma, além de mestre em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

Ele trabalha no serviço diplomático da Santa Sé desde 1985, colaborou em missões diplomáticas na República Centro-Africana, República Democrática do Congo e Chade, nas Nações Unidas em Nova York, e mais tarde na Secretaria de Estado do Vaticano e na Nunciatura Apostólica na Itália. São João Paulo II, em seu pontificado, o nomeou núncio apostólico no Panamá. Depois, Bento XVI o nomeou núncio apostólico na Bolívia em 21 de novembro de 2008 e, depois, novamente em 21 de janeiro de 2017. Mais recentemente, o Papa Francisco o nomeou núncio apostólico na Índia e no Nepal.

Rezemos por Dom Gianbattista, e que Maria Nossa Mãe o acompanhe nesta missão em terras brasileiras.

Escrito por
Fr. Adenilson Santos Junior C.Ss.R. (Arquivo Pessoal)
Fr. Adenilson Santos Junior, C.Ss.R.

Fr. Adenilson Santos Junior, C.Ss.R., da Província de Campo Grande. Natural de Apucarana – Pr. Licenciado em Filosofia pela Faculdade João Bagozzi e Bacharel em Teologia pela PUC-PR.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.