Igreja

Qual é a sua vocação?

De acordo com o Documento de Aparecida, a prioridade em nossas vidas é sermos discípulos missionários

Padre José Raimundo Vidigal, C.Ss.R.

Escrito por Pe. José Raimundo Vidigal, C.Ss.R.

08 AGO 2023 - 14H31

Freepik

Nós todos somos chamados a fazer o bem neste mundo. E para isso contamos com a graça daquele que nos chamou. É isto que nos recorda o Ano Vocacional, que estamos vivendo na Igreja do Brasil, com o tema “Vocação: Graça e Missão”, e com o lema “Corações ardentes, pés a caminho”.

Leia MaisComo entender o chamado de Deus para a vocação sacerdotal?Assumir sua vocação é encontrar seu lugar no mundoA vocação vem de Deus, como uma graça e uma missão. O Batismo nos faz todos missionários, porque nos incorpora a uma Igreja que existe para evangelizar, o Documento de Aparecida afirma que ser discípulo e ser missionário são duas dimensões de cada seguidor de Jesus. Os que frequentam a escola do Mestre são enviados como continuadores da obra dele.

Como nascem as vocações?

O Papa Francisco responde: “Nascem da oração e na oração. E na oração podem perseverar e dar fruto”. Costuma ser nos jardins das boas famílias cristãs que Deus semeia as flores que Ele colhe para o serviço na Sua Igreja. Por isso, lemos no Documento de Aparecida: “É dever dos pais, especialmente através de seu exemplo de vida, a educação dos filhos para o amor como dom de si mesmos e a ajuda que eles prestam para descobrir sua vocação de serviço, seja na vida leiga como na vida consagrada” (n. 303).

Deus, que é infinito em sua sabedoria, tem mil maneiras de chamar os seus escolhidos. Pode ser a simples leitura de um boletim dos Missionários no Exterior como aconteceu com o Redentorista São João Nepomuceno Neumann.

shutterstock
shutterstock


Santo Antão Abade sentiu-se chamado por Deus ao ouvir a frase bíblica: “Se queres ser perfeito, vai, vende o que possuis, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no Céu” (Mt 19,21). As Missões Redentoristas têm despertado vocações, como também as Semanas Vocacionais e certas mensagens recebidas na Missa, no rádio, na TV e pela internet. Sim, Jesus “continua a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas, repetindo o convite a muitos de nossos jovens.”

Aos que se sentirem chamados, o Papa Francisco anima a ter plena confiança: Não tenhais medo” insistiu ele em Lisboa, no final da Jornada Mundial da Juventude. E qual a razão dessa coragem com que abraçamos a vocação? É aquela certeza repetida muitas vezes na história bíblica de que Deus estará conosco, como Ele disse a Moisés (Ex 3,12), a Josué (Js 1,5), a Gedeão (Jz 6,16), a Jeremias (Jr 1,8) e como foi dito a Nossa Senhora pelo arcanjo Gabriel: O Senhor é convosco (Lc 1,28).

As vocações especiais, como a sacerdotal e religiosa, são vividas após anos de formação, sob os cuidados de alguém que ajuda a pessoa a discernir onde está a vontade de Deus para ela. Se Deus quer você em determinada missão, Ele está afirmando que nela você será feliz e realizado.


Padre Rodrigo Arnoso nos ensina como discernir a vocação


Escrito por
Padre José Raimundo Vidigal, C.Ss.R.
Pe. José Raimundo Vidigal, C.Ss.R.

Missionário Redentorista, diplomado em Teologia e em Ciências Bíblicas por Universidades de Roma e de Jerusalém. É o tradutor da Bíblia de Aparecida.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...