Por Redação A12 # Em Evangelhos Atualizada em 14 FEV 2019 - 11H20

Evangelho em Libras | 6º Domingo do Tempo Comum – Ano C


Reflexão: Padre Luiz Camilo Jr - C.Ss.R 
Intérprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

Naquele tempo, Jesus desceu da montanha com os discípulos e parou num lugar plano. Ali estavam muitos dos seus discípulos e grande multidão de gente de toda a Judeia e de Jerusalém, do litoral de Tiro e Sidônia.
E levantando os olhos para seus discípulos, disse: “Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus!
Bem-aventurados, vós que agora tendes fome, porque sereis saciados!
Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque havereis de rir!
Bem-aventurados, sereis, quando os homens vos odiarem, vos expulsarem, vos insultarem e amaldiçoarem o vosso nome, por causa do Filho do Homem!
Alegrai-vos, nesse dia, e exultai, pois será grande a vossa recompensa no céu; porque era assim que os antepassados deles tratavam os profetas.
Mas, ai de vós, ricos, porque já tendes vossa consolação!
Ai de vós, que agora tendes fartura, porque passareis fome!
Ai de vós, que agora rides, porque tereis luto e lágrimas!
Ai de vós quando todos vos elogiam! Era assim que os antepassados deles tratavam os falsos profetas”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós Senhor.

Reflexão
O Evangelho deste domingo nos coloca na bonita cena do “sermão da montanha”, onde Jesus proclama as bem-aventuranças. O caminho para a felicidade é o caminho da santidade. A multidão que vai à procura de Jesus busca n’Ele uma palavra que traga um sentido novo para a vida, um conforto diante dos sofrimentos e um novo caminho a seguir. Assim, as bem-aventuranças trazem alento e esperança para os que vivem a pobreza de espírito; para os que passam fome; para os que choram; para os que são perseguidos e insultados por causa dos valores do Reino. Enfim, as bem-aventuranças são palavras de vida eterna, mas também são palavras de denúncia para os que causam essa dor, aos que se enriquecem às custas da pobreza de tantos, dos que vivem a abundância sem saber partilhar, dos que são indiferentes aos que passam fome e não têm onde morar.

Assim, o Evangelho nos fala da felicidade de todos aqueles que na vida trilham o caminho de Deus, vivem a justiça e a verdade do amor. Fala também da infelicidade dos que construíram um projeto paralelo ao projeto do Senhor e, por isso, geram no mundo muito sofrimento, dor e morte. Por isso, o forte apelo que Jesus nos faz neste Evangelho é para que sejamos firmes em nossa busca pela santidade, pois na santidade está a verdadeira felicidade. Assim, o “sermão da montanha” é o caminho que Jesus indica para que tenhamos a plenitude da vida na verdade do amor que santifica. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12 #, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.