Por Redação A12 # Em Evangelhos Atualizada em 14 MAR 2019 - 10H41

Evangelho em Libras | 2º Domingo da Quaresma – Ano C


Reflexão: Padre Luiz Camilo Jr - C.Ss.R 
Intérprete: Kiara Maria Socuta Quintanilha

(Lc 9,28b-36)
Naquele tempo, Jesus levou consigo Pedro, João e Tiago, e subiu à montanha para rezar. Enquanto rezava, seu rosto mudou de aparência e sua roupa ficou muito branca e brilhante. Eis que dois homens estavam conversando com Jesus: eram Moisés e Elias. Eles apareceram revestidos de glória e conversavam sobre a morte, que Jesus iria sofrer em Jerusalém. 
Pedro e os companheiros estavam com muito sono. Ao despertarem, viram a glória de Jesus e os dois homens que estavam com ele.
E quando estes homens se iam afastando, Pedro disse a Jesus: “Mestre, é bom estarmos aqui. Vamos fazer três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias”. Pedro não sabia o que estava dizendo. 
Ele estava ainda falando, quando apareceu uma nuvem que os cobriu com sua sombra. Os discípulos ficaram com medo ao entrarem dentro da nuvem. 
Da nuvem, porém, saiu uma voz que dizia: “Este é o meu Filho, o Escolhido. Escutai o que ele diz!”
Enquanto a voz ressoava, Jesus encontrou-se sozinho. Os discípulos ficaram calados e naqueles dias não contaram a ninguém nada do que tinham visto.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Reflexão
O segundo domingo da Quaresma nos coloca na bonita cena da transfiguração do Senhor. Neste tempo de conversão, a Palavra do Senhor nos convida a olhar para as realidades de nossa vida que precisam ser transfiguradas pela luz de Deus, pois a transfiguração não é apenas mudança de imagem, de aparência. É, acima de tudo, mudança do coração, revelando nossa essência de filhos e filhas de Deus.
Quando pela presença de Cristo nós nos convertemos, somos então transfigurados pela luz do Seu amor e revelamos nossa essência de sermos a imagem e semelhança de Deus. Deixemos que Jesus nos conduza ao Tabor e nos ensine as mudanças essenciais para a nossa vida. Vemos, no Evangelho, que Jesus levou consigo apenas três discípulos: Pedro, Tiago e João. Poderíamos nos perguntar: Porque apenas estes três e não todo o grupo dos apóstolos?
A resposta está no histórico destes discípulos. Pedro, mesmo tendo sido o primeiro a proclamar a fé no Messias, tinha dificuldade de entender por onde realmente passava o projeto de Jesus. Pedro precisava ver a transfiguração para entender o projeto de Jesus, sua missão e quem ele realmente era. Tiago e João, os filhos de Zebedeu, são aqueles que haviam pedido a Jesus um lugar de destaque, quando ele estivesse na glória.
Por isso,Jesus sente a necessidade de ensinar a estes discípulos e a nós, que a vitória da vida em Deus passa pela experiência da coragem de abraçar a cruz, e que a vida, para ser conquistada, precisa primeiro ser doada. E a transfiguração se dá no momento de oração. Assim, Jesus mostra que a oração faz mudança em nossa vida. Sem oração, sem intimidade com o Senhor, não é possível permitir que Sua luz nos transfigure. 

Evangelho Deus Conosco dia a dia – Editora Santuário


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12 #, em Evangelhos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.