Liturgia

Imaculado Coração de Maria: Todo de Deus pelo bem da humanidade

Padre Evaldo César Souza, C.Ss.R, diretoria da Fundação Nossa Senhora Aparecida (FNSA) (TV Aparecida)

Escrito por Padre Evaldo César Souza, C.Ss.R

09 JUN 2021 - 09H00 (Atualizada em 10 JUN 2021 - 09H44)

Shutterstock/ Immaculate coracao de maria (Shutterstock/ Immaculate)

Na teologia bíblica, o corpo humano tem um significado muito especial. Mais do que partes biológicas, o corpo representa o modo como o ser humano se relaciona com o mundo: pernas são colunas de sustentação da vida, braços são modos de abraçar desafios e enfrentar as lutas, olhos são janelas da alma... e nessa sucessão de significados, o coração é compreendido como a fonte e o repouso de todos nossos sentimentos.

Todas as coisas boas, e também os sentimentos ruins e negativos, encontram morada no coração. Por isso, o coração é um símbolo que fala tão forte até hoje. Coração é sinônimo de amor, de compromisso, de fé. Quantas vezes jovens enamorados trocam juras de amor por meio de corações? Quantas vezes filhos oferecem aos pais presentes em forma de coração? E quantas vezes, corações partidos e endurecidos nos trazem tristes lembranças e tristezas ao nosso olhar?

Shutterstock
Shutterstock


Não é à toa que nossa fé católica encontrou no coração um modo de expressar a santidade que resplandece em Jesus e em Maria. Falamos do Sagrado Coração de Jesus e veneramos o Imaculado Coração de Maria. Em ambas imagens vemos exposto, no peito, o coração pulsante de amor pela humanidade. Jesus, Salvador, faz do Seu Coração fonte de nossa salvação, e Maria, Coração aberto ao amor e traspassado por tantas dores, mostra que a pureza é capaz de nos libertar de todos os males.

Leia MaisO Coração de Maria nos leva ao Coração de JesusMaria é toda Imaculada, sem mancha de pecado, livre de toda miséria humana. E seu Coração, por isso mesmo, é também um templo imaculado de bênçãos, ou seja, nele não há espaço para nenhum tipo de sentimento negativo, mas é fonte de doçura e acolhida para todos nós, pecadores! Foi Deus, que ao escolher Maria, ofereceu a ela esse mérito especial.

Ela foi agraciada com um coração puro, pois puro deveria ser o ventre daquela que geraria o Filho de Deus. Fonte de todos sentimentos, o coração humano é sempre um mistério.

Misteriosamente sagrado e santo, o Imaculado Coração de Maria pulsa pela humanidade ferida, acolhe cada um de nós, seus filhos, e nos oferece ao Coração Sagrado de Jesus.

Dois corações sagrados, o Imaculado nos acolhe, o Sagrado nos redime!

Immaculate/shutterstock
 Immaculate/shutterstock

A devoção ao Imaculado Coração de Maria está ligada às visões dos pastorzinhos de Fátima e também à beata Alexandrina de Balazar, mística portuguesa que promoveu essa forma de devoção à Mãe de Jesus.

Foi o papa Pio XII quem consagrou o mundo ao Imaculado Coração de Maria, no dia 31 de outubro de 1942, em plena Segunda Guerra Mundial.

Uma coisa é certa: mais do que teologia, o Imaculado Coração de Maria nos evoca o carinho e o amor que a Mãe de Jesus tem pelos seguidores de seu Filho. Por isso, invocamos essa linda devoção com a tradicional jaculatória:

“Doce e Imaculado Coração de Maria, sede a nossa proteção”.

Escrito por
Padre Evaldo César Souza, C.Ss.R, diretoria da Fundação Nossa Senhora Aparecida (FNSA) (TV Aparecida)
Padre Evaldo César Souza, C.Ss.R

Jornalista e missionário redentorista

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Liturgia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.