Mundo

Curiosidades da História: A higiene no Palácio de Versalhes

Padre Inácio Medeiros C.Ss.R.

Escrito por Pe. José Inácio de Medeiros, C.Ss.R.

25 AGO 2022 - 09H48 (Atualizada em 25 AGO 2022 - 10H37)

O Palácio de Versalhes, que se localiza não muito distante de Paris (França) ainda hoje é visitado por milhares de pessoas, que podem apreciar o luxo e o requinte com que foi construído para abrigar a monarquia francesa, que lá viveu de 1682 até 1779.

O palácio é imenso, com seus 700 quartos, 02 mil janelas e mais de mil lareiras, além de seus imensos jardins, fontes e lagos. Visitando o Palácio, as pessoas podem observar sua magnificência, mas há uma curiosidade: o palácio é suntuoso, mas não tem banheiros, apesar de que, num dia de festa, podia receber mais de mil e quinhentas pessoas.

Na Idade Média e começo da Idade Moderna, escovas de dentes, perfumes, desodorantes e papel higiênico ainda não haviam sido inventados. Muitas vezes, como se vê em filmes, as fezes humanas eram lançadas pelas janelas das casas e dos palácios. Transitar pelas ruas num dia de chuva ou quando a neve derretia era uma verdadeira aventura!

Germanroam/ Shutterstock
Germanroam/ Shutterstock

Em um feriado, a cozinha do palácio podia preparar um banquete para 1500 ou 2 mil pessoas, mas não perguntem como era a higiene!

Nos filmes e séries atuais, podemos ver as pessoas dessa época balançando ou se abanando, com as mulheres usando seus longos vestidos e todos com suas imensas perucas. A explicação não está só no calor, mas no mau cheiro que elas emitiam embaixo das saias (que foram feitas de propósito para conter o cheiro das partes íntimas, já que não havia muita higiene).

Leia MaisCuriosidades da História: O uso dos garfos e as mudanças na culináriaCuriosidades da História: Você sabia que o costume de ir à praia surgiu por recomendação médica?Também não era costume tomar banho, devido ao frio e a quase inexistência de água corrente. Só os nobres tinham lacaios (servos) para abaná-los, dissipando assim o calor e o mau cheiro que exalavam no corpo e na boca, além de afugentar os insetos.

Os visitantes que já estiveram em Versalhes podem admirar seus enormes e lindos jardins que, naquele tempo, não só eram contemplados, mas também usados como vasos sanitários nas famosas baladas promovidas pela monarquia, porque não havia banheiros.


Hein Nouwens/ Shutterstock
Hein Nouwens/ Shutterstock

Na Idade Média e na fase posterior, a maioria dos casamentos era feita no mês de junho, começo do verão. A razão é bem simples: o primeiro banho do ano era tomado em maio, então, em junho, o cheiro das pessoas ainda era tolerável.

No entanto, como alguns cheiros já começavam a incomodar, as noivas usavam buquês de flores perto dos seus corpos para cobrir odores que pudessem exalar. Daí uma possível explicação da origem dos buquês de noiva, que aliavam a beleza das flores com o disfarce de certos odores.

Ah, nessa época, os banhos eram tomados quase sempre em uma única banheira, enorme cheia de água quente. O chefe da família tinha o privilégio do primeiro banho em água limpa. Depois, sem trocar a água, chegavam os outros na casa, em ordem de idade, mulheres, também por idade e, finalmente, crianças. Os bebês eram os últimos a tomar banho.

Ainda bem que os tempos são outros! Se bem que, ainda hoje na Europa, em muitas regiões, especialmente nas mais frias, as pessoas não são muito afeitas a um banho e os brasileiros e latino-americanos são considerados “doidos”, pois tomam banho até mesmo no inverno.

Pelo que se vê, a vida da monarquia não era lá tão glamorosa como às vezes se imagina!

Escrito por
Padre Inácio Medeiros C.Ss.R.
Pe. José Inácio de Medeiros, C.Ss.R.

Redentorista da Província de São Paulo, graduado em História da Igreja pela Universidade Gregoriana de Roma, já trabalha nessa área há muitos anos, tendo lecionado em diversos institutos. Atuou na área de comunicação, sendo responsável pela comunicação institucional e missionária da Província de São Paulo, atualmente é diretor da Rádio Aparecida

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Carregando ...

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Mundo

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Carregando ...