Notícias

Assembleia Geral da CNBB divulga Ano Jubilar Missionário e Congresso Eucarístico Nacional

No terceiro dia da etapa virtual da 59ª Assembleia, Dom Mol, Dom Odelir Magri e Dom Saburido apresentaram os dois eventos

Escrito por Alberto Andrade

27 ABR 2022 - 15H55 (Atualizada em 28 ABR 2022 - 08H09)

CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) organizou nesta quarta-feira (27) o terceiro encontro da 59ª Assembleia Geral, que ainda será realizada de forma virtual até 29 de abril nesta primeira etapa. O encontro presencial dos Bispos será realizado entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, no Santuário Nacional de Aparecida.

Participaram da coletiva de imprensa os bispos Dom Joaquim Mol Guimarães, Dom Odelir Magri e Dom Fernando Saburido. A abertura do encontro ficou a cargo de Dom Mol, da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Social, informando que foram iniciadas as ideias sobre o tema central - “Igreja Sinodal – Comunhão, Participação e Missão”, em sintonia com o processo do Sínodo 2021-2023, convocado pelo Papa Francisco.

Na coletiva, foram apresentados dois importantes eventos que ocorrerão em 2022: o Ano Jubilar Missionário e o Congresso Eucarístico Nacional.

Leia MaisO que é a Assembleia Geral da CNBB?CNBB confirma realização do Debate com candidatos à presidência neste ano

Ano Jubilar Missionário

Dom Odelir José Magri, Bispo de Chapecó (SC), que preside a Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, apresentou as ações realizadas para o Ano Jubilar Missionário, com o tema “Igreja em estado permanente de missão” e o lema “Sereis minhas testemunhas (At 1,8)”.

2022 foi escolhido para ser o Ano Jubilar por diversos motivos, entre estes os 400 anos de criação da Congregação para Evangelização dos Povos, os 200 anos do nascimento da Pontifícia Obra da Propagação da Fé (POPF), fundada em 1822 pela venerável Paulina Jaricot e, no Brasil, os 50 anos de criação do Conselho Missionário Nacional (COMINA); 50 anos das Campanhas Missionárias; 60 anos do Centro Cultural Missionário (CCM) e os 70 anos da criação da CNBB.

“Também temos como meta neste Ano Jubilar, tornar conhecido o Programa Missionário Nacional, programa que foi aprovado na última Assembleia da CNBB, com quatro grandes prioridades: formação, animação Missionária, missão ad gentes e compromisso social-profético, assim dando visibilidade aos organismos missionários na Igreja do Brasil e relançando os conselhos missionários", disse o Bispo.

Dom Odelir falou como estão sendo realizadas as Missões neste momento pós-pandemia:

“O principal desafio é voltar a somar as forças, de reorganizar as ações e projetos missionários, para reencontrar recursos humanos e financeiros, a fim de suprir necessidades ainda maiores por causa da pandemia que estamos sofrendo, e também trabalhar de forma missionária para que não nos fechemos somente às nossas necessidades locais, e sim sair ao encontro de quem precisa em outras realidades".

Congresso Eucarístico Nacional

Dom Fernando Saburido, Arcebispo Metropolitano de Olinda e Recife (PE) comunicou sobre a realização do 18º Congresso Eucarístico Nacional, que será realizado entre os dias 11 a 15 de novembro no Recife,  com a participação de 300 bispos e cerca de mil padres de todo o Brasil. Propondo o tema “Pão em todas as mesas” e o lema “Repartiam o pão com alegria e não havia necessitados entre eles” (At 2,46), o Congresso constará de celebrações eucarísticas, simpósio teológico, catequeses públicas, feira católica, procissões, exposições e apresentações culturais.

Como legado do Congresso, será inaugurada a Casa do Pão, um centro de acolhimento que vai oferecer à população mais carente da região refeições, banheiros femininos e masculinos, lavanderia, restaurante-escola, assistência médica e jurídica, qualificação profissional, direcionamento espiritual, capela e outros serviços.

Dom Fernando ressaltou que o Congresso irá abordar essa realidade, em exercitar a caridade para um país mais justo e solidário:

São 19 milhões de pessoas passando fome. É uma coisa muito séria. Não adianta apenas ir à Missa, participar da Eucaristia e não sermos esse pão da partilha, da fraternidade e da caridade. Assim como é o nosso lema, dos Atos dos Apóstolos, seguirmos os passos dos primeiros cristãos, de pensar no outro, e que a Eucaristia nos leve a ter uma maior sensibilidade social, e da preocupação com os irmãos mais fragilizados“, concluiu.

:: Assista ao Padre José Ulysses C. Ss. R. falando sobre a Campanha da Fraternidade 2022

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Alberto Andrade, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.